Benefícios do chá de rosa mosqueta

Por Natália Petrin em Plantas

Também conhecida como rosa canina, rosa mosqueta, rosa, rosa selvagem, rainha das flores, rosa silvestre ou rosa de cão, a rosa mosqueta pertence a família das rosaceae e vem sendo usada para fins medicinais há muito tempo.

Símbolo universal de beleza e amor, as rosas são cultivadas por mais de três mil anos, simbolizando, quando brancas, o amor mais inocente, e quando vermelhas, um amor mais intenso e apaixonado. As rosas cor-de-rosa, simbolizam um amor mais simples e feliz, enquanto as amarelas representam a amizade, ambição e ciúmes.

“Rosa” é uma palavra derivada do grego, rondon, que significa vermelho. Seu nome mais curioso, “rosa de cão” ou “rosa canina” é proveniente do uso da planta para o tratamento dos cachorros raivosos. Outra curiosidade em torno das rosas é que, durante o período da Segunda Guerra Mundial, os soldados e civis ingleses usavam-na como um suplemento natural para reposição da vitamina C.

Benefícios e propriedades

Seu uso é dedicado ao trato de inflamações e também pode ser usada como laxante e diurético. A planta é rica em vitaminas A, C e E, atuando como um excelente antioxidante, além de ser rica em pectina, ferro, cálcio e carotenoides.

Trata-se de um medicamento natural que funciona como estimulante do sistema imunológico, uma vez que é fonte de vitamina C. É usada para o tratamento contra resfriados, gripes, dores de garganta, além de ser usada também para o tratamento das doenças pulmonares.

Benefícios do chá de rosa mosqueta

Foto: Reprodução/ internet

A erva pode ser usada ainda por mulheres para o tratamento das cólicas e também para tratar o fluxo menstrual intenso ou ainda os distúrbios na mama. É eficaz no tratamento de infecções de urina, reduz o calor anormal do organismo, cura a hemorragia interna e também auxilia no fortalecimento do estômago.

Pode ser usada para o tratamento de amenorreia, amigdalite, ansiedade, cansaço, catarro, conjuntivite, colesterol alto, cólica, conjuntivite, contusões, depressão, deslocamentos, dismenorreia, pele seca, raiva, tensões musculares, urinação frequente e vertigens.

Seus benefícios são provenientes das propriedades, que envolvem sua ação como adstringente, tônico sanguíneo, afrodisíaco, tônico renal, antibacteriano, sedativo, antidepressivo, nutritivo, anti-inflamatório, laxante, expectorante, diurético, carminativo, aromático, antivirótico, antisséptico e antiespasmódico.

Uso do chá de rosa mosqueta

Na medicina popular, somente as flores são usadas para tratar menstruação irregular, assim como somente os frutos são usados para a diarreia, cansaço e urinação frequente. É importante lembrar que o chá de rosa mosqueta não deve ser fervido.

Na área de cosméticos, a planta é usada para hidratação da pele seca, amolecer e alisar a pele enrugada, além de ser usada em pomadas para o tratamento de contusões, deslocamentos e músculos doloridos. As compressas com o chá podem ser usadas para tratar olhos doloridos e conjuntivites.

Seu uso é aplicado ainda à culinária, em que as flores podem ser consumidas cruas ou ainda adicionadas aos doces, como tortas, pães, bolinhos, e também aos salgados como molhos e sopas. Pode-se fazer ainda vinagre e sorvete com as pétalas de rosa.