Benefícios e propriedades do chá de agrimônia

Por Katharyne Bezerra em Doenças, Plantas, Saúde

Muito utilizada na produção de medicamentos manipulados, a agrimônia é uma planta nativa da Europa, América do Norte e Ásia temperada. Pertencendo à família das Rosacéas, tem como nome científico Agrimonia eupatoria, mas também pode ser chamada de “erva-de-são-guilherme”, “chás-dos-bosques” e “ervas-das-feridas”.

O incrível dessa planta é que, mesmo não sendo tão conhecida, ela possui ótimas atribuições para a saúde do ser humano.

Benefícios e propriedades do chá de agrimônia

Foto: reprodução/site wikimedia

Propriedades medicinais

  • Adstringente;
  • Analgésica;
  • Antidiarréica;
  • Anti-inflamatória;
  • Antimicrobiana;
  • Antivirótica;
  • Ansiolítica;
  • Calmante;
  • Cicatrizante;
  • Colagoga;
  • Colerética (moderada);
  • Diurética;
  • Depurativa.
  • Emenagoga (moderada);
  • Hemostática local;
  • Hipertensora;
  • Hipoglicêmica;
  • Relaxante;
  • Resolutiva;
  • Tônica;
  • Vermífuga;
  • Vulnerária.

Benefícios da planta

Agrimônia é uma planta que atende a muitas necessidades do organismo. Por exemplo, no caso das inflamações ela pode ser usada para tratar as afecções que surgem na pele, garganta e em outras regiões do corpo. Além disso, a erva é uma aliada da saúde no combate às feridas e abscessos.

Amigdalite, angina, bronquite, catarro, cistite, laringite, diarreia, cálculo renal e até cólicas podem ser tratadas com a utilização correta dessa planta.

Receitas de chá com agrimônia

Geralmente, é indicado a preparação de um chá feito com uma colher (de chá) das ervas de agrimônia e 1/4 de litro de água filtrada. Na receita, os ingredientes são colocados no fogo até que o líquido comece a ferver. Em seguida, deve-se tampar a panela até que o chá fique pronto por infusão. Após 10 minutos, a bebida está pronta, mas deve ser coada antes de ingerida.

A outra receita de chá é indicada, especialmente, para quem está com distúrbios no fígado. Neste caso, é necessário juntar 100 gramas de cada uma das seguintes ervas: agrimônia, erva-de-pato e aspérula.

Depois é só despejar as ervas em uma panela contendo 1/4 de litro de água filtrada. A mistura deve ir ao fogo até ferver, em seguida retirada do fogão. É necessário deixar em processo de infusão por mais 10 minutos e só depois o chá pode ser coado e consumido.

Efeitos colaterais e contraindicações

Tem quem acredite que só porque a planta veio da natureza,  ela pode ser utilizada de qualquer maneira. Pensar desta maneira é errado, tendo em vista que as ervas também possuem princípios ativos que usados da maneira incorreta podem prejudicar o organismo.

No caso do chá de agrimônia, se consumido além do receitado, ele pode acabar causando náuseas, pressão alta, arritmia e parada cardíaca.

Além dos possíveis efeitos colaterais, é preciso prestar atenção nas contraindicações. Grávidas e lactantes não podem fazer uso do chá desta planta. Pacientes gripados ou que já possuem a pressão alta também não devem usar esse remédio natural. Agrimônia não é recomendada para crianças e nem pessoas que tenha um sistema digestivo sensível.