Benefícios e propriedades do chá de amor crescido

Por Katharyne Bezerra em Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

A flora brasileira é rica em plantas com capacidades medicinais, mas nem todos têm esta consciência.  Um exemplo de erva bastante benéfica ao organismo é a amor crescido, que tem sua origem na América Tropical, ou seja, pode ser facilmente encontrada nos Estados Unidos, Antilhas, México, Caribe e na América do Sul, inclusive no Brasil.

Pertencente à família das Portulacaceae, esta planta pode ser usada no tratamento de problemas interno e externos do corpo.

Propriedades e benefícios do amor crescido

A grande função desta erva no organismo é combater a febre. Porém, também recebe destaque a função analgésica que esta planta possui de forma natural, eliminando dores que afetam todas as partes do corpo.

Benefícios e propriedades do chá de amor crescido

Foto: depositphotos

Amor crescido é indicado ainda para fortalecer as funções renais e por isso é tido como diurético. Além destes benefícios, este remédio caseiro funciona como hepatoprotetor e cicatrizante.

Tem ação antidiarreica e é uma planta rica em diversas vitaminas, como A, B1, B2 e C. Outras funções atribuídas ao amor crescido são os tratamentos de erisipela, ferimento e queimadura.

Como fazer e preparar o chá?

A infusão de amor crescido é benéfico para o organismo tanto de forma externa como interna. Por exemplo, prepare um chá com um punhado de folhas secas da planta em meio litro de água.

Após o chá ficar pronto, você pode ingeri-lo em até duas vezes por dia ou aplicá-lo nos ferimentos externos do corpo. Nesta última alternativa é possível fazer um cataplasma com as próprias folhas cozinhadas da erva.

Contraindicações e recomendações

O consumo de amor crescido deve ser evitado por grávidas, lactantes e crianças menores de 12 anos. Isto porque, a planta possui substâncias que podem ser maléficas ao organismo das crianças que estão no período desenvolvimento.

O consumo também precisa ser moderado por jovens e adultos, tendo em vista altas doses da bebida podem intoxicar o corpo, causar alergias ou provocar outras reações.

Além disso, vale sempre o alerta de que este medicamento natural não substitui o atendimento médico. Então, quem deseja se recuperar de algum problema de saúde é preciso, primeiramente, se consultar com um especialista. Em seguida, após saber o diagnóstico, saber se é possível utilizar a infusão desta planta no tratamento.