Chá Ayahuasca: benefícios e propriedades

Por Robson Merieverton em Plantas

A partir da popularização de seitas religiosas como o Santo Daime e o União do Vegetal, o chá Ayahuasca vem ganhando cada vez mais espaço na medicina natural.

O chá de Ayahuasca é fruto da mistura de duas plantas e ervas: o cipó jagube e o arbusto chacrona. A relação de uso pelos povos da floresta vem induzindo os cientistas a pesquisarem mais sobre seus benefícios.

Até agora, o que se tem de concreto é que o chá de Ayahuasca é responsável pela ativação de áreas referentes a memória e a visão, no cérebro humano.

Chá Ayahuasca: benefícios e propriedades

Foto: depositphotos

A bebida é vista como alucinógena, onde os usuários acreditam que estão tendo visões místicas. Seu consumo em excesso também pode trazer consequências para a saúde das pessoas.

O chá de Ayahuasca nos rituais

O chá de Ayahuasca é usado em rituais religiosos, a exemplo do Santo Daime. A seita une duas culturas diferentes: o cristianismo e a indígena.

Ela surgiu nos anos 20, no Acre, e vem se difundindo por todo o país. O aparecimento da seita parte da visão de um seringueiro.

Ele afirma que Nossa Senhora da Conceição orientou-o a desbravar a floresta e buscar os ensinamentos trazidos por ela para criar uma nova religião.

Usado nos rituais, o chá de Ayahuasca proporciona efeito alucinógeno, induzindo a limpeza espiritual e corporal pregada pela religião.

Nela, com o consumo do chá, a intenção é se conectar com os antepassados e com as forças da natureza. A bebida também provoca uma limpeza sentimental e física, ao menos é o que defende os integrantes da religião.

Benefícios do chá de Ayahuasca

A bebida é formada de algumas substâncias combinadas, entre elas: dimetiltriptamina, harmina, harmalina e a tetrahidroharmina.

A primeira delas provoca o efeito alucinógeno nas pessoas que o consomem. Esse efeito tem duração variante entre 10 minutos e uma hora, dependendo da reação de cada organismo.

Já a harmina, harmalina e a tetrahidroharmina são responsáveis pela sensação de prazer relatada pelos consumidores da bebida.

Essas substâncias aumentam as taxas de serotonina no cérebro, o que é visto por muitos como antidepressivo natural. Quanto ao uso medicinal, nenhum indício foi comprovado cientificamente.

Porém, quando o chá de Ayahuasca é consumido em excesso, pode desencadear sensação de maus estar nas pessoas, com náuseas, vômito e diarréia.