Chá da folha de siriguela pode minimizar sintomas da dengue

Por Natália Petrin em Doenças, Saúde

A disseminação da dengue acaba sendo muito maior no verão e, assim, os tratamentos tornam-se de extrema importância para a saúde e qualidade de vida da população. Apesar de ser estritamente necessário seguir as ordens médicas no que se refere ao tratamento da doença, existe um chá que pode ajudar a minimizar os sintomas incômodos da dengue. Confira.

Chá de siriguela contra dengue

A receita do chá de siriguela começou a ser usado no combate à dengue na Colômbia, onde sua utilização é ampla por toda a população. Alguns pacientes experimentaram a receita e aprovaram, tendo resultados positivos. Esse foi o caso da professora Dejanira Franceschi de Angelis, que atua como docente no Departamento de Bioquímica e Microbiologia do Instituto de Biociências da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), em Rio Claro (SP). Segundo ela, o chá de siriguela misturado ao suco de uva é usado no local amenizando os sintomas da dengue.

Durante o mês que contraiu dengue, a professora resolveu experimentar e pode sentir uma diminuição das dores corporais e no mal-estar habitual para pacientes com a doença. É possível ainda encontrar outros pacientes que apresentaram melhoras ao consumir o medicamento natural.

Chá da folha de siriguela pode minimizar sintomas da dengue

Foto: Pixabay

Comprovação científica

Apesar de ter se mostrado benéfica para pacientes que têm experimentado a mistura, a professora assume que ainda não existe comprovação científica quanto aos benefícios desse chá no tratamento da dengue.

Cada paciente, inclusive, pode ter uma reação diferente. Afinal, cada organismo é de diferente um do outro.

Inhame e a comprovação científica

O suco de inhame é outra receita que a professora também experimentou, mas neste não observou melhora. Em uma entrevista, médica infectologista Suzi Berbert determinou que, realmente, não há comprovações quanto à eficácia do inhame no tratamento da dengue, mas, segundo ela, qualquer alimento que altere o cheiro da pele humana pode ajudar a repelir o inseto. Isso porque o mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, é atraído por meio do odor da pele.

Recomendações oficiais

Segundo o Ministério da Saúde, ainda não existe um tratamento específico para a dengue, e suas recomendações são de consumir muito líquido, como água, sucos naturais e chá para combater a desidratação, além de usar o paracetamol ou dipirona para diminuir a febre e as dores no corpo. É importante também fazer bastante repouso e de forma alguma consumir medicamentos que tenham ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios, pois estes podem levar o paciente à dengue hemorrágica.