Chá de abrunheiro – Propriedades e benefícios

Por Débora Silva em Plantas

O abrunheiro, de nome científico Prunus spinosa, é um pequeno arbusto que mede 2 metros e pode ser encontrado em todo o continente europeu, com exceção dos países nórdicos. Possui casca lisa, folhas oval-lanceolada serradas, flores brancas e frutos do tipo baga, que apresentam coloração azul-escura ou vermelho-azulada. O abrunho, seu fruto, é facilmente confundido com o da ameixeira-de-damasco e usado como sinônimo deste, embora sejam diferentes.

Propriedades e benefícios

O abrunheiro não deve ser usado em sua totalidade para o preparo de infusões, pois algumas partes são tóxicas para o organismo humano. As partes utilizadas do abrunheiro são as suas flores e os abrunhos (bagas), que contêm amigdalina, taninos e vitamina C. A amigdalina é derivada da cumarina e produz leves efeitos laxativos e diuréticos.

O chá das flores secas e dos frutos maduros do abrunheiro possui propriedades medicinais adstringente, laxante suave e diurético. Devido às suas propriedades, este chá é indicado no tratamento de casos de pedra nos rins, perturbações digestivas, de bexiga ou das vias urinárias.

A infusão desta planta também é útil no tratamento de tosse causada pela bronquite crônica, ansiedade, insônia, menstruação irregular e dolorosa, obesidade e afecções da pele. O fruto da planta também pode ser transformado em geleia, compota ou sumo. Se for consumido regularmente, o abrunheiro ajuda a fortalecer as defesas do organismo.

Chá de abrunheiro - Propriedades e benefícios

Foto: Reprodução

Como preparar o chá de abrunheiro?

Para preparar o chá de abrunheiro e aproveitar os seus benefícios basta seguir esta receita:

Ingredientes:

– 2 folhas de abrunheiro;
– 1 litro de água.

Modo de preparo:

Coloque a água no fogo até levantar fervura. Em seguida, acrescente as duas folhas de abrunheiro e deixe ferver. Quando levantar fervura, desligue o fogo e deixe repousar durante aproximadamente 10 minutos e coe. Se preferir, você pode adicionar mel ou sumo de limão. A indicação de consumo é de, no máximo, 2 xícaras deste chá ao dia.

Contraindicações e demais precauções

A ingestão do chá de abrunheiro é contraindicado para mulheres grávidas. É necessário ter atenção com a quantidade usada, pois em alta dosagem, esta planta é tóxica, abortiva e pode causar reações adversas como hemorragias, vômitos, diarreias e vertigens.

As cascas do tronco, dos ramos e da raiz do abrunheiro não devem ser usadas, pois contêm ácido prússico, que pode provocar intoxicação. Além disso, é importante ressaltar que os caroços dos frutos também não devem ser comidos nem mastigados.

Lembre-se que a automedicação pode ser muito perigosa! Por isto, sempre consulte um especialista antes de iniciar qualquer tratamento.