Chá de aguapé: benefícios e propriedades

Por Robson Merieverton em Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

A partir da riqueza que a natureza apresenta, algumas plantas se destacam pelo papel de conservação que ela traz para o ecossistema em que está inserida. É o caso dos aguapés.

Eles são conhecidos pelo controle de pragas e eficiência na despoluição das águas. Porém, a planta também serve para tratamentos ligados à saúde humana.

Essa planta herbácea é muito usada para fins medicinais, afinal tem efeitos depurativos, diuréticos e anti-inflamatórios. Mas, é importante que se deixe claro que, para o uso medicinal, o aguapé tem de ser cultivado a partir da utilização de outras técnicas. Isso vai evitar que a planta acumule bactérias nocivas.

Chá de aguapé: benefícios e propriedades

Foto: depositphotos

A planta é da família das Pontederiaceae. Dependendo da região onde for encontrada ela pode ser conhecida como chapéu de couro, jacinto da água, aguapé-de-flor-roxa, baroneza, camalote, dama-do-lago, jacinto-d’água, murerê, mureru, muriru, murumuru, mururé-de-canudo, orelha-de-veado, orquídea-d’água, parecí, pavoã, rainha-dos-lagos.

Benefícios do aguapé

A infusão preparada a partir da utilização da planta – geralmente as folhas, caule e raiz – possui efeito sedante, refrescante, febrífuga, diurético e afrodisíaco. Seu uso é recomendado para tratar sintomas de dores no corpo em geral, febre, excitação nervosa, hepatite, problemas de estômago e rins.

O aguapé também pode ser utilizado para tratar problemas de pele, estes relacionados a furúnculos e abscessos. Para esses casos em específico, a forma com que a planta é preparada não é a mesma usada na forma de chá. A aplicação dela deve ser externa, em cima do local onde aparecem os furúnculos e abscessos.

Como preparar o chá de aguapé

Para preparar o chá de aguapé, você vai precisar de 20 gramas de folhas de aguapé e um litro de água. O primeiro passo é colocar a água para ferver, quando ela atingir o ponto de ebulição, coloque as folhas de aguapé. Deixe ferver com as folhas dentro por cerca de cinco minutos.

Depois, desligue o fogo e deixe a panela tampada por 10 minutos. A quantidade indicada para consumo é de três a quatro xícaras por dia.