Chá de alecrim do campo e seus benefícios à saúde

Por Robson Merieverton em Degustação, Plantas, Saúde

O alecrim do campo é uma erva medicinal da família das Asteraceae. Dependendo da região, ela também pode ser conhecida como alecrim-de-vassoura. Seu uso é comum entre pessoas que apresentem sintomas de cansaço físico, debilidade orgânica, distúrbios gástricos e inapetência.

Ela possui semelhança a outras plantas curativas, a exemplo do capim-santo, murta-limão e verbena, devido a presença de citral, que proporciona cheiro e gosto específico, puxando para o cítrico. Ela recebe a denominação de alecrim do campo por ter características físicas com o alecrim.

Suas folhas podem chegar a até três centímetros de comprimento e três milímetros de largura, com tonalidade verde e formato pontudo. Ela cresce de forma rente ao chão, com características de um arbusto. Seu caule é bastante ramificado e suas flores são esbranquiçadas.

Chá de alecrim do campo e seus benefícios à saúde

Foto: depositphotos

Benefícios para a saúde

O alecrim do campo possui propriedades medicinais que combate uma série de doenças. Entre as principais estão afecções febris, cansaço físico, debilidade orgânica, distúrbios gástricos e inapetência. Ela também é indicada para hidratar, amaciar e regenerar a pele.

Como utilizar o alecrim do campo

A forma mais fácil e indicada para utilização do alecrim do campo em favor da saúde é através do chá. Para prepará-lo, basta separar meio litro de água e 10 gramas de folhas e talos da erva. Coloque a água para ferver e, quando estiver em ebulição, acrescente o alecrim do campo. Deixe ferver por cerca de cinco minutos.

Passada essa parte do processo, desligue o fogo e deixe a mistura descansar por cerca de 10 minutos em um recipiente com tampa. Antes de beber, use uma peneira para separar o líquido da erva. O recomendado e ingerir duas xícaras do chá por dia.

Precauções quanto ao uso

Antes de fazer uso de qualquer tratamento alternativo, mesmo que esse seja baseado em ingredientes naturais, o médico deve ser consultado. No caso do alecrim do campo, utilizá-lo em excesso pode trazer algumas consequências para a saúde, como o desenvolvimento de prostatite benigna.

Quanto a erva, preste atenção se ela é mesmo o alecrim do campo, pois existe uma espécie muito semelhante, que apresenta cheiro mais forte de limão, que não é utilizada na medicina alternativa.