Chá de angico vermelho: benefícios e propriedades

Por Robson Merieverton em Doenças, Plantas, Saúde

Identificado como sendo uma árvore de madeira castanha avermelhada, o angico vermelho possui muitas propriedades para a saúde. Ela pode ser comumente encontrada na caatinga ou em áreas espaças de São Paulo ao Pará. Geralmente as partes mais utilizadas na medicina natural são a casca e a goma.

O angico vermelho é uma planta da família das fabaceae, também conhecida pelo Brasil pelos nomes de acácia angico e virgem; angico bravo, de casca e fava; além de arapiraca, cambuí, corupa e paricá.

Como utilizar o angico vermelho

Além da utilização das casca da planta, para o preparo do chá, a partir da remoção da casca, também pode ser extraído uma espécie de goma, também utilizada no tratamento de muitas doenças.

cha-de-angico-vermelho-beneficios-e-propriedades

Foto: reprodução/wikipedia

Ela é obtida por incisões superficiais na casca, onde escorrerá uma espécie de goma, que deve ser posta para secar ao sol.

Benefícios para a saúde

O angico vermelho pode ser usado no tratamento de fraqueza orgânica, falta de apetite, raquitismo, tosses, catarro, bronquites, asma, coqueluche, faringite, tuberculose, além de contusões, cortes, feridas e úlceras.

Somada a todos esses tratamentos, a planta ainda pode ser usada para resolver problemas de diarreias e disenterias, leucorreias, escrófulas, hemorragias, metrorragias.

Chá de angico vermelho

Ingredientes

  • 1 litro de água;
  • 1 colher de sopa de casca de angico;
  • Açúcar ou mel para adoçar.

Como fazer

Para preparar o chá você vai precisar colocar a água para ferver. Assim que ela atingir o ponto de ebulição você vai desligar o fogo e acrescentar a casca do angico vermelho.

O passo seguinte é deixar a mistura descansar por uma média de 15 minutos. Passado esse tempo, antes de beber, use uma peneira para retirar a casca da planta. Depois é só colocar mel ou açúcar a gosto para adoçar.

A ingestão diária não deve ultrapassar as três xícaras diárias.

Contraindicações

O chá da casca de angico vermelho não deve ser consumido em excesso, pois ele pode provocar escoriações no septo nasal e nas mucosas da boca. Seu uso também é desaconselhado para mulheres grávidas e pessoas com intestino sensível, pois nestes casos ele pode tornar-se um pouco tóxico.

Tome cuidado também com as sementes e folhas desta planta. Elas possuem efeitos alucinógenos. A ingestão das folhas e frutos dessa planta também devem ser evitado por animais como o gado, pois no organismo deles o angico vermelho se torna extremamente tóxico.