Chá de aquileia para melhorar circulação sanguínea

Por Ana Ligia em Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

A aquileia, também conhecida por mil folhas, é uma planta usada para diversos tipos de tratamentos alternativos para vários tipos de doenças.

Desde controlar o fluxo da menstruação até combater as dores causadas pelo reumatismo, o chá de aquileia pode ser usado para tratar doenças até mesmo nos animais.

Chá de aquileia

Benefícios

Além de ser uma bebida que combate os radicais livres, ajudando a retardar o processo de envelhecimento precoce da pele, ela também favorece a produção do suor, ajudando a colocar todas as toxinas que fazem mal para fora do corpo.

Chá de aquileia para melhorar circulação sanguínea

Foto: depositphotos

A bebida possui uma grande eficácia no tratamento da má circulação, tendo um efeito direto nos casos de varizes e vasos estreitos ou arrebentados que tanto incomodam quem os possui.

O chá de aquileia facilita a dilatação das veias, elevando o fluxo do sangue com maior facilidade desde os membros inferiores até o couro cabeludo, ajudando a impedir a queda de cabelo e calvície. Ela também tem um grande poder cicatrizante, eliminando espinhas, acnes, ferimentos, cortes superficiais, arranhões e até mesmo hemorroidas.

Possui um grande poder expectorante, ajudando no combate à diversas doenças respiratórias e problemas pulmonares. A aquileia diminui o fluxo da menstruação. Mas o ideal é procurar um especialista no assunto antes de tomar o chá, caso essa seja a sua intensão.

As folhas e flores da aquileia ainda ajudam a aliviar as dores promovidas por doenças como reumatismo, artrite e artrose.

Como preparar o chá

Ingredientes

  • 20 g de folhas secas;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Lave as folhas de aquileia. Adicione-as na água fervente. Depois que a bebida atingir a fervura, desligue o fogo e abafe a bebida por até dez minutos. Procure consumir o chá duas vezes ao dia.

Contra-indicação

O chá de aquileia é contra-indicado para mulheres grávidas ou que estão em processo de amamentação. O uso em excesso da bebida também pode ocasionar dores de cabeça, alergias e dermatites.