Chá de assa peixe

Por Natália Petrin em Plantas

Também conhecida como cambará branco, chamarrita, mata pasto e enxuga, a planta assa peixe é um arbusto que chega a alcançar os três metros de altura. Comum em cerrados, a planta multiplica-se facilmente em solos poucos férteis, e é considerada como erva daninha em algumas culturas. Dizem que o mel produzido por abelhas em regiões próximas à esse arbusto é suave e delicioso, com sabor semelhante ao mel de laranjeira.

Chá de assa peixe

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

Entre seus princípios ativos estão alcaloides, glicosídeos, flavonoides, óleo essencial e sais minerais. Seus benefícios envolvem ação antiasmática, antigripal, anti-hemorroidária, antilítica, balsâmica, béquica, diurética, expectorante, hemostática e tônico pulmonar.

Rica em sais minerais, a erva é indicada para tratamento de afecções da pele e do útero, asma, bronquite, cálculos renais, contusões, diabetes, dores musculares, gripe pulmonar, hemorroidas, litíase, pneumonia, pontadas nas costas e no peito, resfriados, reumatismo, problemas nos rins, tosse, traqueobronquites e outras afecções do trato respiratório.

Chá de assa peixe

O chá deve ser preparado por meio de infusão, com a proporção de seis folhas picadas para cada litro de água. Em um recipiente, leve a água ao fogo e deixe ferver, adicione as folhas e deixe no fogo por mais dez minutos. Preparado dessa forma, tem efeitos diuréticos e para tratamento de cálculos renais, devendo ser consumido durante o dia, no máximo quatro xícaras.

Para tratamento de bronquite e ação como expectorante, jogue uma xícara de água quente sobre duas folhas de assa peixe. Aguarde amornar, retire as folhas, adoce com mel e consuma. A dose indicada é de uma a três xícaras por dia, por no máximo três dias.

Para tratamento de pele, faça a decocção. Em um recipiente, leve uma xícara de água ao fogo e, quando ferver, adicione três folhas. Deixe por cinco minutos, e então desligue o fogo. Aguarde esfriar e coe, aplicando em seguida sobre as lesões da pele.

O xarope, usado para tratar gripes, pneumonias e doenças das vias respiratórias, pode ser feito com a proporção de duas folhas de assa peixe picadas para cada xícara de chá de água. Ferva a água e adicione as folhas picadas, deixando no fogo por mais cinco minutos. Coe e adicione duas xícaras de café de mel, misturando bem. Para adultos, o ideal é tomar uma colher de sopa, de duas a três vezes ao dia.

Contraindicações

Não foram encontrados na literatura atual efeitos colaterais para o consumo da planta. O chá de assa peixe não deve ser ingerido por gestantes e mulheres em fase de lactação.