Chá de betônica: para tratar doenças físicas e mentais

Por Robson Merieverton em Cultura, Degustação, Doenças, Saúde

Embora com suas propriedades medicinais pouco investigadas, a betônica apresenta uma série de indicações para tratar e prevenir doenças. Seus princípios ativos são sustentados pelos alcaloides, colina e taninos, sendo as folhas a parte usada no preparo do chá.

Indicações da betônica

A betônica é uma planta da família das Lamiaceae que pode ser usada no combate de vários problemas de saúde. Entre eles estão: azia, câimbras no estômago, catarro brônquico, chagas, cólica, convulsões, debilidade nervosa associada com ansiedade e tensão, delírio, distúrbio digestivo e dispepsia.

Chá de betônica: para tratar doenças físicas e mentais

Foto: depositphotos

A planta também pode ser usada para acabar com as dores de cabeça, enxaquecas e neuralgia, esta com origem nervosa ou de hipertensão. Mas, não é só isso, a betônica também é indicada para problemas de escrófula, gases, gota, gripe, hidropsia, histeria, icterícia, impurezas do sangue, indigestão e náusea.

Neuralgia, paralisia, picada de serpente venenosa e insetos; problemas biliares e nervosos; resfriado, reumatismo, tuberculose, úlcera, varizes e vermes também podem ser curados a partir da utilização da planta. Em relacionados a debilidade do sistema nervoso, o consumo da planta também ajuda a fortalecê-lo.

Chá de betônica

Para preparar o chá de betônica, basta separar meio litro de água e oito gramas de folhas secas da erva. É importante ressaltar que a folha não pode ser fresca, pois ela contém ativos tóxicos que podem fazer mal a saúde.

Com ajuda de uma panela, coloque a água para ferver. Assim que ela atingir o ponto de ebulição, acrescente as folhas de betônica e desligue o fogo em seguida. Deixe descansar por cerca de 10 minutos na mesma panela, tampando-a.

Passado esse tempo, use uma peneira para separar o líquido das folhas. Se preferir, pode adoçar com mel. O chá deve ser ingerido até três vezes por dia.