Chá de calumba atua contra a anorexia

Por Robson Merieverton em Plantas, Saúde

Conhecida popularmente devido ao seu sabor amargo, a calumba é uma planta da família das Menispermaceae. A partir do seu princípio ativo, a planta é indicada para o tratamento de muitas doenças. Porém, antes de recorrer a ela quanto remédio natural, é importante consultar o médico.

O princípio ativo da calumba vem da columbina, columbamina, berberina, palmatina, ácido colúmbico, alcaloides cristalinos, bisjateorrizina, xasmantina, olumbina, columbinil-glucosídeo, critogenina, diosgenina, ex-metanol, isojateorrinil-glucosídeo, jateorrina, jateorrizina, amido, tanino e mucilagem.

Indicações

A calumba é indicada para tratar de alguns problemas de saúde relacionados a dispepsia, particularmente na hipocloridria, além da anorexia, enterocolite crônica e disenterias. A planta possui efeito tônico amargo mais pronunciado que muitas outras espécies.

Chá de calumba atua contra a anorexia

Foto: Reprodução/Zimbabwe Flora

Ela também apresenta propriedade estimulante visceral, combate vermes do intestino, febre intermitente, bronquite, hipertensão arterial, impotência sexual, debilidade muscular em crianças, náusea, vômito, afecção do estômago, dispepsia, atonia do tubo intestinal, escrofulose e escorbuto.

Outra utilização da calumba vem a partir do efeito narcótico que ela tem, atuando similarmente à morfina, aumentando o relaxamento muscular nos músculos lisos do trato intestinal.

Chá de calumba

Para preparar o chá de calumba, basta separar 200 ml de água e dois gramas da raiz da planta. O primeiro passo é ferver a água, logo em seguida, com a raiz seca dentro de uma xícara, despeje a água. Deixe descansar por cerca de 10 minutos, depois é só coar e beber normalmente. Lembrando que a dose indicada para o consumo diário é de três xícaras, sendo ingeridas antes de cada uma das principais refeições.

Contra-indicações

De acordo com estudos antigos, o uso em excesso da calumba pode trazer algumas consequências para a saúde. Ela pode promover sinais de paralisia e inconsciência. A utilização da erva para fins medicinais também é contra-indicado durante a gravidez ou período de amamentação.