Chá de camomila comum para embaraços gástricos

Por Katharyne Bezerra em Degustação, Plantas, Saúde

Chamomilla recutita é o nome científico para a famosa camomila, planta da família das Asteraceae que possui vários codinomes, como: camomila-da-alemanha, camomila-dos-alemães, camomila-legítima, camomilinha, camomila-vulgar, macela, margaça-das-boticas etc.

Trata-se de uma erva bastante conhecida e utilizada por várias pessoas com o intuito de tratar problemas digestivos. Contudo, esta erva possui outros efeitos no organismo. Descubra todos eles e desfrute-os!

Propriedades e benefícios da camomila

cha-de-camomila-comum-para-embaracos-gastricos

Foto: Pixabay

  • Anti-inflamatória;
  • Antinevrálgica;
  • Antiespasmódica;
  • Analgésica;
  • Aperiente;
  • Antisséptica;
  • Antiasmática;
  • Antirreumática;
  • Antigripal;
  • Anti-hemorroidária;
  • Antidispéptica;
  • Antialérgica;
  • Anti-histérica;
  • Calmante;
  • Carminativa;
  • Cicatrizante;
  • Desinfetante;
  • Emenagoga;
  • Emética;
  • Emoliente;
  • Estomáquica;
  • Maturativa;
  • Protetora solar;
  • Vermifuga;
  • Sedativa suave;
  • Sudorífica;
  • Tônica.

Diante deste leque de propriedades medicinais, a camomila torna-se uma planta aliada da saúde humana. Por esta razão ela pode ser utilizada para tratar afecções na pele, como ferimentos, queimaduras do sol, úlceras e assaduras.

Também é indicada para eliminar cistites, diarreias infantis, cólicas em geral, náuseas, enjoos, estomatites e embaraços gástricos. Além desses efeitos benéficos, a erva ajuda a tratar doenças do útero e do ovário, enxaquecas, insônia e inapetência.

Como usufruir desta erva?

Existem duas formas de preparar o chá de camomila e só há esta variação pois cada método é ideal para cada tipo de tratamento.

Portanto, quando a proposta é eliminar problemas bucais com gargarejos, a dica é usar 15 g das flores de camomila em um litro de água. Mistura-se todos os ingredientes e leva-os para o fogo, deixe ferver e depois espere esfriar. Finalize coando e depois utilize para o fim desejado.

Contudo, se o tratamento tiver um fim digestivo, a receita é outra. Para isso, coloque em uma xícara de água quente uma colher (de sopa) de flores. Tampe o recipiente e deixe a mistura em infusão por 10 minutos. Em seguida, coe e beba o líquido. Repita o processo de três a quatro vezes por dia e perceba, nitidamente, a diferença.

Contraindicações e efeitos colaterais

Grávidas e lactantes não devem fazer uso do chá de camomila, para que este não afete o desenvolvimento do bebê e nem altere o sabor e benefícios do leite materno.

Além destas, as pessoas que possuírem alta sensibilidade a diversas substâncias precisam ficar atentas ao consumo desta bebida, evitando assim casos de alergia, principalmente relacionados à rinites.

Outros cuidados que se deve ter com relação ao uso deste medicamento natural é levando em consideração os efeitos colaterais que podem surgir após a utilização indiscriminada do chá de camomila. Entre os possíveis efeitos estão: anafilaxia, mal-estar gastrintestinal, dermatite, lacrimejamento e espirros.

Todos estes problemas secundários podem ser evitados se a bebida feita com esta erva for indicada pelo médico, de acordo com a necessidade do paciente.