Chá de capeba alivia prisão de ventre

Por Débora Silva em Plantas, Saúde

Desde tempos imemoriais, o ser humano utiliza as plantas como aliadas da saúde, devido às suas diversas propriedades medicinais. Um desses vegetais é a capeba, de nome científico Pothomorphe umbellata.

Também popularmente conhecida por outras denominações, tais como caena, paiparoba e aguascina, a capeba é uma planta brasileira, bastante comum nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e sul da Bahia.

Características da capeba

A capeba é uma planta pertencente à família das Piperaceae. Trata-se de um arbusto de 1 a 2 metros de altura, com folhas ovaladas, arredondadas ou em formato de rim; as flores da planta são minúsculas e distribuídas em espigas.

cha-de-capeba-alivia-prisao-de-ventre

Foto: reprodução/site Florais

Dentre os princípios ativos estão os óleos essenciais, compostos fenólicos, esteroides, mucilagens, chavicina, pariparobina, jamborandina, piperatina e piperina. A capeba cresce espontaneamente no Brasil, em solos estercados e úmidos, próximos ou em bosques.

As folhas, assim como a raiz, o caule e as sementes desta planta, são muito empregadas na medicina popular no preparo de chás que servem para vários fins.

Propriedades e benefícios

Dentre as propriedades medicinais da capeba estão a sua ação antirreumática, antianêmica, antiespasmódica, anti-inflamatória, colagoga, febrífuga, laxativa, sudorífera, tônica, vermífuga, antigonorreica, diurética, emoliente, estomáquica e desobstruente.

Por ser diurética, esta planta estimula o funcionamento da bexiga e dos rins, permitindo a eliminação das toxinas através da urina. Por esse motivo, a capeba é indicada para tratar infecções urinárias, como a cistite, além de combater o inchaço causado pela retenção de líquidos.

A capeba também é considerada laxativa, contribuindo para o bom funcionamento do intestino. Por isso, o seu uso é indicado para quem sofre com a prisão de ventre. A casca da planta é comumente usada para tratar problemas respiratórios; outras partes da planta podem ser úteis no combate a úlceras, doenças gástricas, problemas de fígado, vesícula ou baço.

A capeba ainda pode auxiliar no combate à febre e regular o ciclo menstrual. Além disso, é usada contra a insuficiência hepática.

Chá de capeba: como preparar?

Para aproveitar os benefícios proporcionados pelo chá de capeba, basta levar ao fogo uma chaleira contendo 750 ml de água e 30 g da planta. Deixe ferver pelo período de 10 minutos, desligue o fogo e abafe. Espere amornar e beba uma xícara deste chá três vezes ao dia, preferencialmente antes das refeições principais.

Cuidados

O consumo de capeba é contraindicado para gestantes e lactantes. Os efeitos colaterais incluem diarreia, vômitos, náuseas, febre, cólicas, tremores, alergias e dores de cabeça. Lembre-se que a automedicação pode ser muito perigosa! O uso de plantas medicinais deve ser feito apenas sob orientação de um especialista.