Chá de cardo santo – Benefícios e propriedades

Por Lia Vieira em Plantas

Muito utilizada em tempos antigos para curar pestes da época, o cardo santo é uma planta da Europa Mediterrânica que cresce em Portugal e nas regiões de Trás-os-Montes e Alto Alentejo. É uma planta baixa, possui folhas compridas, verdes e é cheia de espinhos. Entre os meses de abril a junho, surgem as flores do cardo santo, na cor amarela. Possuem um cheiro suave e agradável. A planta veio para no Brasil através da Índia com a intenção de curar as enxaquecas do imperador Frederico III da Alemanha. É também conhecida como cardo-benedito e cardo-bento, e é pertencente à família Asteraceae.

Características gerais

  • Herbácea;
  • Anual;
  • Ereta;
  • Pouco ramificada;
  • Espinhenta;
  • Caules roxos e pubescentes;
  • Pode crescer até 60 cm de altura;
  • Raízes brancas aromáticas;
  • Folhas inteiras, cartáceas com espinhos. A folha mede até 16 cm de comprimento, no entanto, geralmente varia entre 10 e 14 cm;
  • Flores solitárias amarelas, protegidos por brácteas com espinhos.

Principais indicações do chá de cardo santo

  • Anorexia;
  • Ansiedade;
  • Antitérmica;
  • Contraceptiva;
  • Depressão;
  • Diarreia;
  • Dispepsia;
  • Falta de apetite;
  • Febre;
  • Feridas;
  • Flatulência;
  • Hemorragia;
  • Muco;
  • Úlceras.
Chá de cardo santo - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Como utilizar a erva cardo santo?

O sabor do cardo santo é bastante amargo, não sendo muito prazeroso. Algumas dicas como, adicionar mel ou açúcar no preparo do chá de cardo santo, são uma ótima sugestão.

Outro método muito utilizado para a ingestão dos benefícios do cardo santo, mascarando o sabor amargo, é colocar alguns chumaços da planta seca dentro de uma garrafa escura de vinho seco e deixando por cerca de 5 dias, em um quarto escuro. Beber um cálice antes das refeições.

A erva pode ser utilizada de forma externa para aplicar em úlceras infeccionadas e feridas. Basta ferver a erva em água e aplicar em temperatura morna na pele danificada.

O chá

A planta inteira pode ser utilizada para a elaboração de chá, no entanto, deve ser utilizada seca e deve ser colhida no início da floração (surgimento de flores).

Receita: chá de cardo santo

  • 2 colheres de sopa de folhas e flores secas e picadas de cardo santo;
  • 500 ml de água;
  • Mel a gosto.

Coloque os 500 ml de água em uma panela e acrescente as 2 colheres de sopa da erva cardo santo. Deixe ferver por cerca de dois minutos. Desligue o fogo e espere amornar. Acrescente mel a gosto. O chá deve ser consumido uma vez por dia, preferencialmente após o almoço ou jantar.