Chá de carrapicho – Benefícios da infusão

Por Natália Petrin em Plantas

Também conhecido como picão e picão preto, o carrapicho é uma erva muito conhecida no brasil, cujo nome científico é Desmodium adscendens. No ano de 2009, essa planta foi reconhecida como benéfica e de uso na fitoterapia pelo Ministério da Saúde do Brasil.

Possui ainda algumas espécies similares e pertence à família das leguminosae. A planta, pequena e rasteira, é perene e estolonífera, e possui ramos que podem chegar aos 50 cm de comprimento. Suas flores tem coloração rosada e são pequenas, e seus frutos tem formato semelhante ao de vagens que são conhecidos como carrapichos ou picões por grudarem facilmente na roupa e nos pelos daqueles que passam.

Nativa do Brasil, em quase todas as regiões, a planta é considerada uma erva daninha cujos nomes populares são amor de burro, amor seco, carrapicho agulha, carrapicho cuambu, carrapicho de duas, macela do campo, picão e muitos outros nomes.

Chá de carrapicho - Benefícios da infusão

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

O chá feito com essa planta é indicado para o tratamento de abscessos, cólicas, conjuntivite, vermes, indigestão, hipertensão, feridas – atua como cicatrizante -, hemorroida, disenteria, amigdalite, aftas, afecções cutâneas, dores de dente, dores de cabeça e diabetes. Além disso, pode ser usada no tratamento de escorbuto e para melhorar os níveis elevados de enzimas hepáticas. Atua ainda no combate às alergias e ajuda a limpar as vias aéreas tratando tosses insistentes pós gripe e auxiliando no tratamento do ronco.

É um poderoso relaxante muscular e é muito indicado, por isso, para o tratamento de dores nas costas. Funciona melhor que analgésicos, pois não tem efeitos colaterais.

Possui ação vermífuga, tranquilizante, sedativa, hipotensora, hipotensiva, expectorante, estimulante, emoliente, diurética, depurativa, cicatrizante, catártica, carminativa, antisséptica, antimicrobiana, anti-inflamatória, antiespasmódica, antibiótica, antibacteriana e adstringente.

Como consumir?

Para preparar o chá, use:

– 1 litro de água
– 2 colheres de sopa da erva

Modo de preparo

Em um recipiente, coloque a água e a erva. Leve ao fogo e deixe ferver. Quando chegar ao ponto de fervura, desligue o fogo e tampe, deixando a mistura abafada por aproximadamente 10 minutos. Coe e consuma.

Posologia

As doses indicadas são entre 1 e 3 xícaras por dia. As concentrações mais altas somente devem ser usadas para inalação em tratamentos respiratórios.

Contraindicações e precauções

Apesar de não terem sido encontradas contraindicações e precauções de uso, indica-se sempre consultar um médico antes de consumir qualquer medicamento, mesmo que natural.