Chá de chambá – Propriedades e receita

Por André Luiz Melo em Vegetais

Originária das ilhas do Caribe, a chambá (Justicia pectoralis) é um vegetal com excelentes propriedades medicinais, sobretudo para o tratamento de inflamações e problemas respiratórios. É classificada como uma planta herbácea e sua estrutura é composta por pequenas flores brancas ou róseas. Uma espécie de chambá pode alcançar até 50 centímetros de altura. Característica predominante desse vegetal é a presença de cumarina em suas folhas e caule, uma substância anticoagulante alucinógena DMT. Na região de origem, a chambá é bastante utilizada no preparo de medicamentos com a finalidade de tratar transtornos pulmonares, bronquite, tosse, gripe, náuseas, febre, entre outros semelhantes.

Conhecendo as propriedades medicinais

  • Adstringente
  • Analgésica
  • Antibacteriana
  • Anti-inflamatória
  • Afrodisíaca
  • Antirreumática
  • Cicatrizante
  • Anti-hemorrágica das vias urinárias
  • Expectorante
  • Broncodilatadora
  • Sedativa
  • Tranquilizante
  • Febrífuga
  • Relaxante da musculatura lisa
Chá de chambá - Propriedades e receita

Foto: Reprodução

Sugestão de uso

Afecção nervosa, dermatite, cortes, ferimentos, afta, transtornos no fígado, gota, gastralgia, problemas respiratórios e insônia são os problemas mais indicados para serem tratados com chambá.

Para uso externo, recomendam-se banhos por meio de sucos e decocções, enquanto que para uso interno o recomendado é a ingestão da infusão e/ou xarope da planta.

Receita do chá de chambá

Deve-se colocar em uma xícara das de chá com água mineral uma porção da parte aérea do chambá e levar ao fogo para que o líquido seja fervido. Assim que a mistura estiver com um forte aroma, a fervura deve ser interrompida. Em seguida, deve-se tampar o recipiente e deixar descansar até que o líquido fique morno. Antes de tomar é importante coar.

Utilização: O chá de chambá deve ser ingerido, no caso de adultos, em três xícaras das de chá ao dia. Já para crianças a dose deve ser a metade da recomendada para adultos.

Contraindicação: Não há registros de nenhuma contraindicação quanto ao chá dessa planta. Entretanto, doses em excesso devem ser evitadas por precaução.

Fórmula do xarope de chambá

Adicione em uma panela duas xícaras das de chá de açúcar e outra com água mineral. A mistura deve ser levada ao fogo em temperatura baixa até que ganhe consistência grossa. Em seguida, duas xícaras de chá da parte aérea triturada da chambá deve ser acrescentada e mexida durante cinco minutos. Feito isso, a mistura deve ser retirada do fogo e deixada tampada para descanso durante duas horas. Por fim, coe e deixe armazenado em um recipiente limpo de vidro.

Utilização: O xarope de chambá deve ser tomado em duas colheres das de sopa três vezes ao dia, no caso de adultos. Para crianças, essa dose deve ser reduzida pela metade. Ele é recomendado para pessoas que estejam com tosse, bronquite, secreção e gripe.

Contraindicação: Também chamado de lambedor, o xarope de chambá deve ser evitado em doses excessivas e o mesmo não é recomendado para diabéticos, gestantes, lactantes, crianças menores de um ano e pessoas alérgicas aos componentes do vegetal. Indivíduos com problemas de coagulação também devem evitar o xarope de chambá.