Chá de cipó suma: cure inflamações e problemas respiratórios

Por Michelle Nogueira em Doenças, Plantas

O cipó suma é uma planta medicinal da família violaceae, cientificamente conhecido como anchietea salutaris. É também chamado de paraguaia, baúna, piriguara e suma, em português. Na Argentina, chama-se bejuco e isipó-Mi. Natural da América do Sul, é facilmente encontrado por todo o Brasil, principalmente nos estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro.

Cresce em solos férteis, úmidos, arejados e com bastante matéria orgânica. Possui caule delgado, folhas lanceoladas e pequenas. As flores são pedunculadas, aromáticas, amarelas, brancas ou rosa-pálidas. A raiz é grossa, rica em amido e possui um alcaloide que fornece um sabor picante. Existem duas variedades: o suma branco e o suma roxo. Ambos possuem os mesmos efeitos terapêuticos.

Historicamente, conta-se que era utilizado pelos povos indígenas e populações ribeirinhas há centenas de anos. Eles costumavam fazer uma decocção, muito amarga, contra veneno de cobra.

Chá de cipó suma: cure inflamações eproblemas respiratórios

Foto: Reprodução/ internet

Propriedades

Possui princípios ativos como o amido, angliconas (como a caincetina), salicilato de metila, ácido chicotanico, ácidos graxos, resinas vegetais, glicosídeos e óleos essenciais.

Benefícios

O cipó suma age tradicionalmente de forma bastante lenta, mas é extremamente eficaz. É um dos melhores depurativos do sangue, além de tratar das afecções cutâneas. Seu uso estimula a salivação, portanto, é bem tolerado pela mucosa estomacal, permitindo assim, seu uso mais prolongado. Ainda atua como diurético e calmante. Além disso, é indicado no tratamento de:

  • Asma;
  • Coqueluche;
  • Bronquite;
  • Herpes;
  • Furúnculo;
  • Tosse;
  • Psoríase;
  • Reumatismo;
  • Conjuntivite;
  • Faringite.

Seu uso, como uma lavagem no local, é ainda útil contra manchas e feridas, dermatoses e sarna. Atua também nas mucosas, sendo muito eficaz contra coriza, raquitismo e fistula. O extrato aquoso da raiz, segundo estudo realizado no Brasil, demonstrou ainda propriedades anti-inflamatórias e analgésicas quando ministrado oralmente em camundongos.

Chá de Cipó suma

Chá dessa planta é indicado para tratamento de eczema seco e úmido, principalmente para crianças. Coloque duas colheres de sopa do cipó suma em um litro de água. Depois que se iniciar a ebulição, deixe ferver por cerca de 10 minutos. Após esse tempo, retire do fogo e deixe descansar por mais 10 minutos. Então, coe e beba de duas a três xícaras por dia.

Dosagem

A medicina natural possui uma tabela de dosagem de cipó suma, para não extrapolar a quantidade máxima permitida.

  • Infusão ou decocção a 1%: de 50 a 200 ml por dia;
  • Extrato fluido: de 1 a 2 ml por dia;
  • Tintura: de 5 a 10 ml por dia;
  • Xarope: de 50 a 100 ml por dia.

Contraindicações e efeitos colaterais

Não existem contraindicações nem efeitos colaterais quando usado dentro da quantidade recomendada.