Chá de colônia – Benefícios e propriedades

Por Débora Silva em Plantas

A colônia, de nome científico Alpinia speciosa, é uma planta medicinal pertencente à família das Zingiberaceae, a mesma do gengibre, sendo também conhecida como flor-de-colônia, gengibre-concha, gengibre-casca, macacá, macassá, jardineira, pau-santo e outras denominações. Há controvérsias com relação à sua origem: alguns autores afirmam que a planta é nativa do Brasil, enquanto outros consideram que ela é originária da Índia Oriental. As folhas da colônia são lanceoladas, bem compridas, pontudas e de coloração verde-brilhante; as flores têm cor alaranjada e produz rizomas carnosos bem semelhantes ao gengibre, inclusive com aroma parecido. A colônia já era tradicionalmente utilizada na medicina natural pelos tupis-guaranis e também cultivada como planta ornamental.

Propriedades e benefícios

A colônia possui diversas propriedades medicinais, dentre as quais estão as seguintes: antibacteriana, antiedematosa, anti-hipertensiva, anti-histérica, anti-stress, calmante, depressora do sistema nervoso central, digestiva, diurética, antiulcerogênica, hipotensor, sedativa, tônica, vermífuga, relaxadora vascular, estimulante da motilidade intestinal e outras. Estas propriedades concentram-se principalmente em suas folhas e rizoma.

As indicações de uso da colônia incluem o tratamento de afecções da pele, artrite, asma, catarro, cistite, diarreia, dores de cabeça, febre, gastralgia, hipertensão, taquicardia, tosse, úlcera e micoses de pele, pelos e unhas.

Na medicina popular, o óleo essencial das folhas desta planta é usado para reduzir a pressão alta e como um tônico cardíaco. Em algumas regiões do mundo, a colônia é considerada balsâmica, diurética e tônico-estomacal, sendo utilizada para tratar gripes, resfriados, febres, flatulência, indigestão e outros problemas estomacais.

Em forma de decocção, a colônia combate fungos e alivia dores e espasmos; além disso, esta planta também possui ação antioxidante e é conhecida por matar bactérias.

Chá de colônia - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Como utilizar a colônia?

As partes utilizadas da colônia são os seus rizomas, flores e sementes. O modo de usar depende da condição de saúde a ser tratada. Confira a seguir:

Chá de colônia

Ingredientes:

– Folhas de colônia;
– Um litro de água.

Modo de preparo:

Corte uma folha de colônia em pequenos pedaços e coloque-os em uma vasilha. Adicione um litro de água fervente e cubra o recipiente. Deixe esfriar, coe e guarde na geladeira para ser tomado durante o dia como se fosse água. O chá deve apresentar uma coloração amarelada, caso contrário pode ter ocorrido a oxidação dos princípios ativos da planta.

Este chá é indicado para casos de pressão alta leve ou moderada e como diurético.

Para tratar afecções respiratórias, amigdalite e rouquidão, siga os seguintes procedimentos: adicione 1 colher de sopa de rizoma fatiado em uma xícara de café de água em fervura. Desligue o fogo e coe. Adicione uma xícara de café de açúcar cristal e leve novamente ao fogo, até dissolver o açúcar. Tome uma colher de sopa, de 1 a 3 vezes ao dia. Para crianças, a indicação é dar somente meia dose.

Efeitos colaterais e contraindicações

A colônia pode ser abortiva e reduz os movimentos peristálticos. Não deve ser utilizada durante a gravidez e também é contraindicada para pessoas que têm pressão arterial baixa. Lembre-se da importância de consultar um especialista antes de iniciar qualquer tratamento!