Chá de endro – Benefícios e propriedades

Por Natália Petrin em Sementes

Natural de regiões da Europa, norte da África e Ásia, o endro é uma erva que pode ser usada como condimento para pratos e para preparo de chás. Da família das Apiaceae, o endro chega a uma altura de trinta centímetros e é cultivado em escala em diversos países. A planta cresce melhor em clima temperado, o seu ideal, mas tem fácil adaptação aos outros climas por ser uma planta muito resistente. Seu cultivo exige cuidados com a irrigação, uma vez que a falta de água pode ocasionar uma perda da produção.

Chá de endro - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Aplicações do chá do endro

O chá de endro pode ser usado para aumentar a produção de leite materno, tratar ânsia de vômito, problemas digestivos, dispepsia, espasmos gastrointestinais, hemorroidas, flatulências, espasmos gastrointestinais, problemas do fígado, hiperacidez estomacal e insônia. Além disso, por conter vitamina C, é excelente contra gripes e resfriados. Em alguns locais como no norte da África, a decocção dos frutos do endro é usada como antídoto para venenos.

Propriedades e benefícios

Suas propriedades envolvem a ação antibacteriana, combatendo o crescimento excessivo das bactérias. Além disso, com propriedades bacteriostáticas e chemoprotective, o endro é uma excelente fonte de cálcio, sendo, dessa forma, um elemento de prevenção da perda óssea, que ocorre principalmente após a menopausa, como a artrite reumatoide.

Fonte de fibras, ferro, magnésio, manganês e vitamina C, o endro possui monoterpeno, que é responsável pela ativação da enzima glutationa-S-transferase, que auxilia no processo de fixação da molécula de glutationa antioxidante às moléculas oxidadas. Essas, de outra forma, causariam danos ao organismo humano. Devido às atividades dos óleos voláteis, o endro passa a ser considerado um alimento chemoprotective, semelhante à salsa, que ajuda na neutralização de alguns tipos de agentes cancerígenos como benzopirenos.

Chá de endro

O chá é feito com as sementes do endro. Para o preparo, use a proporção de duas colheres de sopa para cada litro de água. Coloque a água em um recipiente e adicione as sementes. Leve ao fogo e, ao alcançar a fervura, deixe cozinhar por aproximadamente dez minutos desligando em seguida. Tampe e deixe repousar por mais dez minutos, em seguida coe e consuma. A dose indicada é de duas a três xícaras ao dia.

Contraindicações

O consumo do chá é contraindicado para crianças menores de seis anos, pacientes com úlcera gastroduodenal, síndrome de intestino irritável, colite ulcerosa, enfermidade de Crohn, hepatopatia, epilepsia, mal de Parkinson e enfermidades neurológicas. Quando usado em doses exageradas, o endro pode causar convulsões.