Chá de erva de passarinho – Benefícios e propriedades

Por Natália Petrin em Plantas

De nome científico Struthanthus flexicaulis, a erva de passarinho é uma planta pertencente à família das Loranthaceae. Presentes nas áreas do cerrado do Brasil Central, a planta possui longos e flageliformes ramos que se enrolam em copas de árvores hospedeiras, emitindo novos ramos que passam a transformar outras plantas próximas também em hospedeiras.

A erva de passarinho possui folhas alternas e ovadas, além de flores verdes e pequenas que aparecem em pequenos cachos. Seu fruto é uma baga globular amarela que apresenta uma ou duas sementes, além da polpa visguenta.

A planta é conhecida como erva de passarinho por se espalhar graças a esses animais, que ingerem os frutos e, consequentemente, as sementes e eliminam em locais diferentes junto com as fezes. Normalmente atavam as plantas lenhosas e árvores como laranjeiras e goiabeiras. Elas se alimentam sugando a seiva de suas hospedeiras, podendo, inclusive, causar a morte da árvore.

Chá de erva de passarinho - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

A erva é difícil de ser combatida, pois possui raízes que penetram no caule da planta hospedeira, tornando-a mais difícil de ser combatida. A planta, no entanto, não precisa ser obrigatoriamente eliminada, mas isso será tratado no tópico a seguir.

Benefícios e propriedades

Apesar de normalmente ser vista como uma praga que mata outras plantas, a erva de passarinho possui benefícios e aplicações para melhorar a saúde e, por isso, algumas pessoas optam por mantê-las em seus quintais. Entre seus benefícios, encontramos o combate a bronquites, pneumonia, pleurisia, hemoptise, dor no peito, pontadas, afecções respiratórias, doenças do útero, hemorragias e tosses.

Como preparar o chá?

O chá deve ser feito com as folhas frescas da planta. Para preparar, use um litro de água e duas colheres de sopa da erva de passarinho. Em um recipiente, coloque a água e as folhas e leve ao fogo. Aguarde alcançar fervura e então desligue o fogo. Tampe a mistura e deixe descansar por um período de, aproximadamente, dez minutos. Coe e consuma em seguida, uma dose de duas a três xícaras ao dia.

Contraindicações e precauções

Não encontramos na literatura consultada contraindicações relacionadas ao consumo de chá de erva de passarinho. É importante que antes de fazer consumo de medicamentos, sejam naturais ou não, você consulte um médico especialista. Cada caso de afecção possui um tratamento indicado que deve ser fornecido por um médico e seguido pelo paciente. Se você quiser fazer tratamentos com plantas medicinais, informe seu médico de sua opção.