Chá de espinheira santa – Benefícios e propriedades

Por Edição em Plantas

A espinheira santa é uma planta medicinal que também é conhecida como erva cancerosa, salva-vidas, espinheira divina, sombra de touro e espinho de deus. Com o nome científico de Maytenus ilicifolia, a planta ganhou o nome popular pelo formato de sua folha e por ser um ótimo remédio, devido ao tamanho de seu funcionamento. É também chamada por muitos de erva milagrosa.

Espinheira santa

Foto: Reprodução

Foi testada na Universidade Estadual de Campinas (SP) em ratos com úlcera e aqueles que tomaram o extrato da planta, tiveram o tamanho de suas úlceras diminuído rapidamente, ao comparar com aqueles que ingeriram os remédios convencionais. Segundo os pesquisadores, a planta tem menos efeitos danosos do que outros remédios.

Propriedades

É cicatrizante, anti-inflamatória, calmante, analgésica, revigorante, antisséptica, diurética, antiulcerosa e serve como laxante. Contém taninos, alcaloides, cálcio, sódio, enxofre e triterpenos.

Benefícios

A espinheira santa atua no combate às dores estomacais, como a gastrite, a úlcera (estomacal ou duodenal), a azia, as queimações, a indigestão e é aliada no tratamento de gastrite, aliviando as dores abdominais. Combate também a H. Pylori e aos refluxos gástricos. Pode ser usado em forma de compressas quentes sobre as doenças de pele, como acnes, eczemas, feridas e herpes. As vezes, seu chá é usado  em casos de vômitos.

Cuidados

– Não deve ser ingerida, em possibilidade alguma, por mulheres grávidas ou pelas lactantes.

– Nas primeiras ingestões, pode dar a sensação de boca seca e sentir um pouco de náusea. Mas, com o uso contínuo, essas sensações vão desaparecendo.

Como consumir?

Na planta, podem ser usadas suas cascas, folhas e raízes e pode se ingerir de duas formas: como comprimido – que é facilmente achado em farmácias e lojas de remédios naturais- ou chá (tomar três vezes ao dia). Aprenda a fazê-lo abaixo.

O que precisa?

Um litro de água, duas colheres de sopa de folhas secas da espinheira santa, uma colher de chá de alecrim e uma colher de chá de hortelã.

Como fazer?

Ferver a água, adicionar as ervas e abafar por 20 min.

Dica: O chá pode ser usado de forma preventiva, tomando-o antes das refeições. Mas se for um tratamento contínuo, será melhor se tomado antes de dormir.

Escrito por Carol Oliveira