Chá de Guiné – Benefícios e propriedades

Por Stefanie Mouret em Plantas

Desde que o ser humano começou a escrever sua história na Terra, as plantas fazem parte de sua vida sendo utilizadas para fins decorativos, aromáticos e até mesmo medicinais. Os antigos evitavam muitas doenças – ou as tratavam rapidamente – por terem conhecimento do efeito benéfico que muitas plantas poderiam trazer para o organismo, onde cada uma era conhecida por combater determinados males. É fundamental saber que determinadas plantas podem aliviar sintomas de alguma doença que você esteja padecendo, sem lhe prejudicar.

Guiné

Foto: Reprodução

Uma destas plantas é o Guiné, conhecido também como tipi verdadeiro, tipi, amansa senhor e eva de pipi. Seu nome científico é Petiveia alliacea e quando adulta é capaz de medir até um metro de altura. Suas folhas são lisas e sem recortes, as flores são esverdeadas e pequenas, em formato de espiga. Com aroma forte e inconfundível, a planta guiné foi utilizada na época da escravidão em rituais religiosos e defumações.

Os benefícios da planta guiné

As propriedades medicinais da planta guiné são: anti-inflamatórias, depurativo de sangue, analgésica e diurética. É indicada para dores em geral, especialmente dores na vista, de cabeça, de garganta e de dente. Também pode ser utilizada como auxiliar no tratamento contra reumatismo e falta de memória. Pessoas que sofrem regularmente de cistites, infecções urinárias, enxaquecas e dores musculares serão altamente beneficiadas pelo consumo do chá de guiné.

Como preparar o chá de guiné?

Encontrado em farmácias e casas de produtos naturais, guiné virá triturado num pote, pronto para ser preparado. Basta levar ao fogo uma chaleira com um litro de água e incluir nela duas folhas de chá de guiné. Deixe ferver por poucos minutos e então desligue. Coe e consuma em temperatura agradável duas vezes por dia.

Atenção!

A guiné é uma planta tóxica que não deve ser ingerida regularmente por mais de duas semanas. Entre seus possíveis efeitos colaterais estão alterações no sistema nervoso, insônia, apatia e alucinações. Por ter propriedades abortivas, o consumo da planta é contra indicado para gestantes.