Chá de jambu para combater afecções

Por Natália Petrin em Doenças, Frutas, Plantas

Jambu, também conhecida como abecedária, agrião-bravo, agrião-do-brasil, jabuaçú ou ainda pelo nome de jamaburana, é uma planta usada para fins medicinais e bastante utilizada também para o preparo de um prato típico paraense chamado tacacá.

Nativa de regiões como o Nordeste e Norte do Brasil, a planta, conhecida como jambu, possui folhas de coloração verde escura que são comestíveis, das quais é produzido o óleo de jambu, comum no tratamento de diversas doenças.

De nome científico spilanthes acmella, a planta brasileira pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, supermercados e feiras livres.

Chá de jambu para combater afecções

Foto: Pixabay

Benefícios

A planta pode ser usada como medicamento natural para o tratamento de candidíase, herpes, dor de dente. Pode ser empregada ainda para o tratamento de outras afecções, como pedra na vesícula, fraqueza, problemas de pele, tosse, tuberculose pulmonar e gengivite. Fonte natural de vitamina C, a planta também é eficaz no tratamento da malária, dispepsia, infecções na boca e garganta.

Seus benefícios são derivados de algumas de suas propriedades, como a ação anestésica, antifúngica, diurética, antiviral, antisséptica e estimulante do sistema imune.

Preparando o chá

Para preparar o chá de jambu, você vai precisar de:

– 10 gramas das folhas de jambú

– 500 ml de água

Em um recipiente, coloque a água e leve ao fogo. Aguarde até que ao líquido alcance fervura e então desligue. Em seguida, coloque as folhas de jambu e tampe, deixando repousar por, aproximadamente, dez minutos. Coe e consuma assim que sentir que a temperatura está satisfatória para beber. A dose indicada é de uma xícara até três vezes ao dia.

Outras formas de consumo

Existem ainda formas alternativas de consumir a planta. A mesma pode ser ingerida crua em saladas ou ainda cozida em determinados pratos culinários, como é o caso do tacacá, ou ainda em pizzas de jambu.

É um alimento leve: cada 100 gramas de jambu possui apenas 32 calorias, 1,9 gramas de proteínas, além de quantidades significativas de cálcio, fósforo, ferro, vitaminas B1, B2, B3 e C.

Efeitos colaterais e contraindicações

O consumo da planta é contraindicado para mulheres gestantes, isso porque entre seus efeitos colaterais, o principal é o aumento das contrações do útero, que pode ocasionar um aborto.