Chá de maca peruana – Propriedades e benefícios

Por Débora Silva em Plantas

A maca peruana, de nome científico Lepidium meyenii, é um tubérculo também conhecido como maca andina, proveniente da região andina do Peru. Com um formato semelhante ao do rabanete, de coloração bege amarelada e de gosto bem suave, esta planta possui elevado teor de fibras, minerais (com destaque para o ferro, cálcio e zinco) e vitaminas A, vitaminas do complexo B, C, D e E. A seguir, veja as propriedades e os benefícios proporcionados pelo chá de maca peruana.

Propriedades e benefícios do chá de maca peruana

  • Por conter elevado teor de fibras e aumentar a sensação de saciedade, a maca peruana reduz o apetite e,consequentemente, auxilia no processo de emagrecimento;
  • Ajuda a reduzir a absorção da glicose, prevenindo a diabetes;
  • Por conter ômega 3 em sua composição, esta planta previne doenças cardiovasculares, ajuda a controlar o colesterol e a hipertensão;
  • Energético físico e mental;
  • Ajuda a reduzir os níveis de ansiedade e estresse;
  • Devido ao seu efeito afrodisíaco, a maca peruana melhora a libido;
  • Por ser rica em ferro, o tubérculo ajuda a prevenir a anemia;
  • Atua como um tônico revigorante e eleva a imunidade;
  • Auxilia na prevenção da osteoporose por ser rica em cálcio (Ada 100g da maca peruana oferece 150mg de cálcio);
  • Segundo um estudo realizado em 2002, esta planta apresenta uma elevada ação antioxidante, sendo capaz de neutralizar os radicais livres;
  • Proporciona o alívio de alguns sintomas da menopausa, como as ondas de calor.

Onde encontrar e como consumir?

Chá de maca peruana - Propriedades e benefícios

Foto: Reprodução

A maca peruana pode ser consumida em sua versão em pó ou em cápsulas. Na versão em cápsulas, a planta pode ser manipulada em farmácias; já a sua versão desidratada pode ser encontrada em lojas de produtos naturais.

Chá de maca peruana

Para preparar o chá de maca peruana, basta adicionar uma colher de chá de pó do produto a um copo d’água e dissolver o produto. A indicação de consumo é de tomar a mistura 3 vezes ao dia.

Outra sugestão de uso é adicionar duas colheres de sopa da farinha produzida com o tubérculo no iogurte, sucos, batidas, no lanche da manhã (ou da tarde) e em frutas. A quantidade diária recomendada é de 1 a 2 colheres de sopa (versão desidratada, em pó) e de 500mg ao dia (versão em cápsulas). Antes de começar a usar o produto, lembre-se que o ideal é consultar um especialista.