Chá de picão – Benefícios e propriedades

Por Natália Petrin em Plantas

Encontrada nas regiões tropicais e subtropicais, a planta conhecida como picão é comumente tratada como uma praga. A maioria das pessoas conhece a planta devido ao fato de suas sementes se “agarrarem” nas roupas. A erva é anual e possui caule ereto, quadrangular e chega a apenas 1,5 cm de altura. Suas folhas são pecioladas, opostas e podem alcançar 10 cm de comprimento, sendo membranosas, simples ou decompostas. Facilmente encontrada na América do Sul, África, Caribe e Filipinas, a planta denominada picão tem longa história de aplicações medicinais entre os nativos do Amazonas e regiões próximas.

Benefícios e propriedades

O chá feito com a planta picão pode ser usado para tratar alergias, amigdalites, asma, boca amarga, bronquite, catarro, gastroenterite, hepatite, icterícia, indigestão, infecções urinárias, vaginais, do estômago ou dos rins, intoxicação alimentar, problemas no pâncreas e úlceras gastroduodenais. Além disso, possui ação antisséptica, anti-inflamatória, antiespasmódica, hepatoprotetora e anti-ulcerosa.

Chá de picão - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Entre seus princípios ativos encontramos carotenoides, fitoesteróides, poliacetilenos, ácido nicotínico, flavonoides, terpenos, fenilpropanoides, lipídios, benzenoides.

Seu consumo é muito indicado para curar a icterícia, que é a coloração amarelada sobre a pele acompanhada de mucosas causadas pelo acúmulo de bilirrubina no organismo. O medicamento natural, regulamentado pela ANVISA, pode ser usado para crianças, que tem tendência comum de manifestação da doença.

Como preparar o chá e outras aplicações

O chá de picão, eficaz no combate às amigdalites e alergias, além dos citados acima, deve ser preparado com a proporção de três colheres de sopa da erva para cada litro de água. Coloque a água em um recipiente e leve ao fogo. Adicione, em seguida, a erva e aguarde chegar ao ponto de fervura. Quando começar a ferver, desligue o fogo e tampe, deixando a mistura abafada por cerca de dez minutos. Passado esse período, coe e consuma a dose de uma ou duas xícaras ao dia.

Outra forma de aproveitar seus benefícios, é com o preparo de um chá mais concentrado, que pode ser usado para o banho. Prepare o chá da maneira demonstrada acima, com uma concentração maior de erva, aguarde amornar, coe e banhe o local afetado por assaduras e irritações que podem ser ocasionadas por picadas de inseto.

A compressa pode ser usada para tratar úlceras, hemorroidas, assaduras e picadas de insetos, e pode ser feita com um pano molhado no chá.

Contraindicações

O consumo de picão é contraindicado para mulheres gestantes, pois apresenta atividade estimulante uterina fraca em cobaias. Além disso, por conter uma pequena quantidade de cafeína, o picão não deve ser consumido por pessoas alérgicas ou sensíveis à cafeína.