Chá de pulmonária é um forte aliado dos pulmões

Conhecida cientificamente como Pulmonaria officinalis, a pulmonária é uma importante planta medicinal da família das Boraginaceae, tendo sua parte aérea como a mais utilizada para tratamentos diversos e sua origem é europeia. Floresce na primavera e geralmente em localidades de bosques e jardins ornamentais, necessitando de sombra para se desenvolver.  Produz flores que vão em diversas escalas de cores, desde vermelho até tons de azul.

Chá de pulmonária é um forte aliado dos pulmões

Foto: Reprodução

Seu nome já entrega sua principal função: ajudar os pulmões. Esta erva é utilizada comumente e de forma eficaz no tratamento de doenças pulmonares como a tuberculose e a enfisema pulmonar, servindo também para a cura de infecções diversas, desde respiratórias até urinárias. Quimicamente, é formado por taninos, mucilagem, saponinas (que agrega valores expectorantes, balsâmicos, diuréticos e sudoríficos), ácido silícico (responsável por ações de cicatrização óssea, resistência de tecidos e atividade dos leucócitos mediante à infecções), substâncias minerais, alantoína, vitamina C e flavonoides. Devido à presença de sais minerais em abundância, a pulmonária tem ação remineralizante. Todas essas propriedades fazem com que a pulmonária seja um poderoso remédio natural contra a gripe.

Popularmente, pode ser conhecida por outras nomenclaturas como Erva-do-Pulmão, Salsa-de-Jerusalém e Ervas-dos-Bofes.

Indicações comuns

Problemas relacionados à:

  • Bexiga;
  • Bronquite;
  • Cálculo Renal;
  • Ferimentos;
  • Inflamações;
  • Rins;
  • Rouquidão e tosse;
  • Tosse convulsiva;
  • Tuberculose;
  • Asma;
  • Catarro (garganta ou cordas vocais);
  • Enfisema pulmonar;
  • Faringite.

Propriedades medicinais

Adstringente, desinfetante, sudorífera, emoliente, pulmonar e expectorante.

Utilizando a erva

– Em caso de doenças de pele (frieiras, ferida e queimaduras): Aplicar compressas ou lavagens das folhas secas da pulmonária em zonas necessitadas.

– Em caso de constipação: Adicione três colheres das folhas da pulmonária em meia xícara de água fervente. Deixe em repouso por três minutos, una à uma colher de mel para adoçar. Beba a mistura três vezes ao dia.

– Em caso de febre: Para baixar a temperatura, adicione duas colheres das folhas da pulmonária em uma xícara de água fervente. Ingira de três a quatro vezes ao dia.

Suas folhas também podem ser acrescentadas à sopas ou saladas.

Atenções maiores!

A utilização desta erva é contraindicada em caso de mulheres gestantes ou em período de lactação ou pacientes que sofram com problemas relacionados ao fígado.

Em relação à efeitos colaterais, esta planta utilizada em demasia pode causar problemas de fígado e intoxicação. Busque ingerir apenas a quantidade recomendada, sem extrapolar.