Chá de ruibarbo – Benefícios e propriedades

Por Stefanie Mouret em Plantas

Originária do Sudeste Europeu, a planta ruibarbo pertence à família das Polygonaceas e possui o nome científico Rheum tanguticum, sendo conhecida também como ruibarbo da China, ruibarbo do campo ou ruibarbo palmado. É uma erva anual de pequenas flores esbranquiçadas ou esverdeadas, grandes folhas ásperas e palmadas, com fruto aquênio. A planta possui propriedades medicinais que podem trazer diversos benefícios para o organismo que a consome.

Chá de hibisco

Foto: Reprodução

Benefícios e Propriedades

Os principais ativos do ruibarbo são ácidos – gálicos, crisofânicos e tânicos –, antraquinonas e glicosídeos. Suas propriedades são: laxante, digestivo, estomáquico, adstringente, anti-inflamatório, antimicrobiano, antibacteriano, anti-séptico, tônico e estimulante estomacal. Assim, a planta é capacitada para combater infecções hepáticas, biliares, funções intestinais irregulares e astenia. Trata-se ainda de um poderoso laxante natural, podendo ser utilizado para tratar prisões de ventre leves, medianas ou graves. Também auxilia o tratamento de faringite, gengivite, dispepsia, coágulos de sangue, amenorreia, diarreia, disenteria, vermes, febre, icterícias, feridas na boca, hemorroidas e menopausa.

É possível até mesmo utilizar o ruibarbo para limpar o intestino antes da realização de exames como radiografias, além de intervenções ou operações que requeiram isso. No entanto, apesar de todos os seus benefícios, não se deve cair na tentação de consumi-lo em excesso, pois pode ocasionar espasmos gastrointestinais dolorosos, que podem se complicar e resultar na perda de potássio, rectocolite ou pseudomelanose. É contraindicado para gestantes, lactantes, mulheres no período menstrual, pessoas que sofram de cistite, insuficiências cardíacas ou renais. Por mais que seja uma erva bem conceituada e que já tenha curado a muitos, nada em exagero é benéfico, principalmente no quesito saúde e medicação. Acredite, por mais que a medicação seja natural, ainda assim necessita de acompanhamento médico.

Como Preparar o Ruibarbo

O ruibarbo pode ser consumido de diversas formas, de acordo com a necessidade. Na grande maioria dos casos ele é ingerido cru, preparado juntamente com saladas. No entanto, se sofrer de queimaduras, febre ou feridas na pele, pode fazer uma compressa de ruibarbo. Basta levar ao fogo um litro de água com 4 colheres da planta, deixe ferver e então desligue. Coloque dentro da chaleira um pano limpo e deixe-o absorver o líquido. Quando a temperatura estiver agradável, aplique a compressa na região afetada. Já se o problema for gengivite ou feridas na boca, repita o procedimento anterior, mas não inclua nenhum pano no chá. Apenas o deixe esfriar e então faça bochecho com o chá de ruibarbo uma vez ao dia.