Chá de sassafrás – Benefícios e propriedades

Por Débora Silva em Plantas

O sassafrás, de nome científico Sassafras albidum, é uma planta com propriedades medicinais, também conhecida como canela-de-Sassafrás. Trata-se de uma árvore que pode chegar a atingir até 25 metros de altura, com densa folhagem de cor verde-escura, tronco geralmente tortuoso e casca externa de coloração castanho-acinzentada a marrom. Alguns filólogos atribuem a origem da palavra “sassafrás” a uma corruptela de “saxifraga”, uma planta já conhecida dos europeus e que significa “quebra pedras”, nome atribuído devido à sua origem.

Os nativos capixabas já faziam uso desta planta para baixar a febre; na região norte do estado do Espírito Santo e no Sul da Bahia, o sassafrás era utilizado na culinária para engrossar molhos; e na região de Itaúnas, as raízes novas eram usadas na produção de cachaça e cerveja.

Na constituição do sassafrás são encontrados óleos essenciais (anetol, asarona, eugenol, myristicina, tujona, pineno e safrol), alcaloides (boldina, norboldina, reticulina), lignanas, tanino e resina.

Neste artigo, conheça as propriedades e os benefícios do chá de sassafrás, encontrado à venda em algumas lojas de produtos naturais.

Chá de sassafrás - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

As propriedades e os benefícios do sassafrás

As propriedades do sassafrás incluem as ações antirreumática, antisséptica, aromática, carminativa, diaforética e diurética. Ela é tradicionalmente utilizada no tratamento de diversos problemas de saúde, como artrite, acne, disenteria, eczema, febre, gota, entorpecimento muscular, gripe, herpes, parasitas, psoríase, resfriados, reumatismo e sarampo.

O chá de sassafrás também age como depurativo do sangue e trata inchaços, erupções cutâneas e manifestações da sífilis. Esta planta também estimula o fígado, ajudando-o na remoção de toxinas do corpo.

Na medicina popular, o sassafrás é utilizado em unguento para músculos doloridos; na forma de lavagem, é usado para carvalho e sumagre-venenoso; e o óleo essencial diluído ajuda no combate a acne, piolhos e demais parasitas. Além disso, o óleo essencial do sassafrás também é adicionado a sabões, pasta de dentes, perfumes e líquidos para limpeza bucal.

As folhas e flores jovens do sassafrás também são usadas na culinária, sendo acrescentadas a saladas.

Como preparar o chá de sassafrás?

Para aproveitar os benefícios proporcionados pelo sassafrás, basta preparar o seu chá de acordo com os procedimentos a seguir:

Coloque duas colheres de sopa de cascas de raiz de sassafrás em um litro de água. Deixe cozinhando por 3 ou 4 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição. Após esse tempo, retire do fogo e deixe repousar, tampado, por 10 minutos. Coe e o chá estará pronto para ser consumido. Beba de duas e três xícaras ao dia.

Contraindicações e demais precauções

O chá de sassafrás é contraindicado durante a gravidez e para mulheres que estão amamentando, pois diminui o volume do leite materno.

Em doses elevadas, a planta pode ter um efeito narcótico, e as suas frutinhas pequenas e brancas não devem ser ingeridas. Por afinar o sangue (é um agente de desintoxicação para o corpo), o sassafrás deve ser usado em pequenas quantidades, pois o sangue muito fino pode causar hemorragia.

Lembre-se que toda erva deve ser utilizada com cautela e sob orientação médica, pois a sua toxicidade pode ser desconhecida.