Chá de simarouba – Benefícios e propriedades

Por Natália Petrin em Plantas

A simarouba é uma planta nativa das Índias Ocidentais, da Amazônia e dos estados da Bahia, Ceará e Pernambuco no Brasil. Frequentemente habita matas de várzeas, região onde atinge seu melhor porte, sendo ocasional também em capoeiras e savanas de solo arenoso. Também conhecida como tamanqueira, marupaúba, parapaíba, paraparaúba, papariúba, praíba, craíba, arupá, simaruba e marupazinho, a planta possui copa frondosa, chegando aos 25 metros de altura e 80 centímetros de diâmetro. Seu tronco é reto e cilíndrico, com utilização comercial, fornecendo toras com comprimento entre 5 e 22 metros. A planta, de nome científico Eleutherine bulbosa pertence à família Iridaceae e floresce duas vezes por ano, uma por volta de março, e a outra por volta de setembro. A flor é branca e se abre somente durante a noite, por um período de três horas.

Benefícios e propriedades

Chá de simarouba - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

A planta, quando usada na forma de chá das raízes, pode ser usada para tratar colite com catarro, diarreia, disenteria, enterite, além de aliviar cólicas e parar as evacuações. Além disso, pode ser usada também no tratamento de hemorroidas e amebíase, tendo como princípio ativo a sapogenina esteroidal. Possui propriedades analgésicas periféricas, além de antidematogênicas. Age ainda como dilatadora coronária, tendo utilidade potencial no tratamento de doenças cardíacas e com ação anti-fertilidade.

Como preparar o chá?

Para preparar o chá de simarouba, use a proporção de uma colher de sopa das raízes da planta para cada meio litro de água. Em um recipiente, coloque a água e adicione as raízes de simarouba. Após alcançar fervura, deixe cozinhar por cerca de dez minutos, desligando o fogo em seguida. Tampe e deixe a mistura repousar pelo mesmo período aproximado. Passado o tempo de descanso, coe e consuma sem adoçar. A dose indicada é de duas a três xícaras ao dia.

Contraindicações e efeitos colaterais

Não foram encontrados contraindicações e efeitos colaterais relacionados ao chá de simarouba na literatura consultada. No entanto, é importante que você consulte um médico sempre antes de fazer uso de um medicamento qualquer, natural ou industrializado, pois existem interações medicamentosas e outras avaliações importantes a serem feitas.