Chá de stévia – Benefícios e propriedades

Por Natália Petrin em Plantas

Stevia rebaudiana é uma planta medicinal de pequeno porte que pertence à família dos crisântemos. Nativa do Paraguai, a planta em sua forma natural chega a ser 10 vezes mais doce que o açúcar doméstico. Stévia é popularmente conhecido como um adoçante natural, muito utilizado como uma forma de substituir o açúcar. Pouco calórico, pode ser consumido diariamente por quem precisa fazer dietas.

Propriedades e benefícios

Entre seus principais benefícios, estão a redução na absorção do açúcar durante o processo da digestão. Por isso, o consumo deve ser feito por aqueles que tem problemas com diabetes, ou até mesmo estão buscando a perda de peso. O chá, quando consumido, além dos benefícios citados acima, pode ajudar a regular as taxas de glicose no sangue, age como diurético e um calmante leve. Além disso, ajuda a desintoxicar o organismo e a diminuir a ansiedade.

Chá de stévia - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Além de não conter calorias, a stevia não é tóxica, nem altera o nível de açúcar no sangue. O consumo do chá inibe ainda a formação da placa e da cárie dental e não contém ingredientes artificiais. O chá pode ser usado para combater ainda a hiperatividade, obesidade, pressão alta, indigestão, candidíase, além de inibir o desejo de carboidratos, tabaco e álcool e é um excelente tônico salutar para a pele.

Chá de stévia

Para preparar o chá, use a proporção de uma colher de chá de folhas de stevia secas para cada xícara de chá de água. Em um recipiente, coloque a água e leve ao fogo. Enquanto a água esquenta, coloque as folhas de stévia em uma xícara e reserve. Quando a água ferver despeje em cima das folhas e tampe, deixando descansar por aproximadamente 10 minutos. Coe em seguida e consuma em seguida. A dose indicada é de duas xícara de chá ao dia.

Cuidados e contraindicações

O consumo excessivo do chá pode causar hipoglicemia, por isso é importante seguir sempre as recomendações e consumir somente com a indicação médica. As pacientes gestantes e aqueles que sofrem de alguma patologia devem tomar cuidado com a ingestão do chá, consultando sempre um médico.