Chá de tanchagem: receita é capaz de tratar doenças complexas

Por Débora Silva em Doenças, Saúde

A tanchagem, de nome científico plantago major L., é uma planta rasteira pertencente à família das plantagináceas, sendo também conhecida popularmente como acatá, carrajá, tanchagem-terrestre e erva-de-ovelha.

O chá de tanchagem possui inúmeras propriedades benéficas à nossa saúde e é um dos chás medicinais mais utilizados no nosso país e em outros, como a Índia e os Estados Unidos. Esta planta pode ser encontrada à venda em lojas de produtos naturais, algumas farmácias de manipulação e feiras livres.

Chá de tanchagem: receita é capaz de tratar doenças complexas

Foto: Reprodução/ internet

Propriedades medicinais

A tanchagem tem propriedades adstringente, antibacteriana, redutora de irritação, expectorante, analgésica, anti-inflamatória, desintoxicante, cicatrizante, depurativa, descongestionante, digestiva, diurética, sedativa, laxativa e tônica

Benefícios e indicações de uso

Devido às suas propriedades medicinais, o chá das folhas da tanchagem serve como cicatrizante, ajuda a combater a diarreia, problemas gastrointestinais e dores de dentes, além de desinflamar os gânglios, boca e garganta. Graças à sua poderosa ação anti-inflamatória, o gargarejo com tanchagem alivia a dor de garganta, ajuda a amenizar dores na boca e tratar aftas.

As folhas limpas e escaldadas em água fervente podem ser aplicadas sobre feridas ou úlceras,uxiliando no processo de cicatrização, além de servir contra lepra, mordida de cão e queimaduras. As folhas em forma de cataplasma curam feridas, fístulas e hemorroidas.

O chá morno serve para banho de assento em caso de leucorreia; a infusão das folhas de tanchagem pode ser utilizada em casos de hemorragias nasais, retenção de líquidos e para eliminar a tosse e mucosidades.

A tanchagem ainda é indicada para curar algumas afecções hepáticas e estomacais, infecções de pele, picadas de inseto, diarreia, terçol, inflamações de mucosas, rinite, sinusite, gripes e resfriados, doenças pulmonares, asma, bronquite, inchaço, gastrite, disenteria, varizes e hemorragia.

Tanto as flores como as sementes desta planta também são empregadas contra conjuntivite e irritações oculares causadas por traumatismos. A tanchagem ainda é utilizada como auxiliar no tratamento daqueles que desejam parar de fumar.

Modo de preparo do chá de tanchagem

Para preparar o chá desta planta e aproveitar os seus benefícios, basta colocar duas colheres de sopa da erva para um litro de água. Desligue o fogo quando levantar fervura. Tampe e deixe a solução abafada pelo período de 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber.

A indicação de consumo deste chá é de 1 xícara a cada 6 horas para infecções bucofaringeanas e 1 xícara a cada 8 horas para problemas gastrointestinais.

Contraindicações e efeitos colaterais

O chá de tanchagem é contraindicado para grávidas, lactantes e pacientes com problemas de coração, constipação e fezes ressecadas.

Os efeitos colaterais desta planta rasteira incluem sonolência, cólicas intestinais e desidratação.