Chá de valeriana – Benefícios e propriedades

Por Débora Silva em Plantas

A valeriana, de nome científico Valeriana officinalis, também conhecida como erva-dos-gatos, é uma planta muito estudada e tem demonstrado resultados clínicos evidentes, com eficácia terapêutica nos tratamentos da ansiedade e como estimulante cerebral. É uma planta medicinal muito antiga, como recorda o seu nome científico, derivado do latim valere, que significa “ter saúde”. A parte utilizada da planta é a raiz e é mais comumente encontrada sob a forma de infusão (chá) ou comprimidos. A valeriana é uma das únicas plantas medicinais com o poder sonífero comprovado por vários estudos, sendo reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) devido aos seus benefícios contra a ansiedade.

Chá de valeriana - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Propriedades e indicações de uso

  • Sedativo;
  • Calmante e relaxante;
  • Histeria;
  • Perturbações da menopausa;
  • Insônia crônica;
  • Estresse;
  • Dermatoses pruriginosas;
  • Perturbações cardíacas de origem nervosa;
  • Cãibras;
  • Antiespasmódicas;
  • Sonífero (reduz o tempo que a pessoa leva para adormecer e aumenta a duração do sono);
  • Anticonvulsionante.

Em razão de suas propriedades, a valeriana é muito útil para as pessoas que sofrem com problemas relacionados ao sono, como a insônia, ansiedade, estresse, epilepsia, além de auxiliar quem está parando de fumar.

Modos de usar a valeriana

A valeriana pode ser utilizada como chá, decocção (mais forte que o chá), comprimidos, cápsulas e tintura (sob a forma de gotas). Confira a seguir a receita do chá de valeriana:

Receita do chá de valeriana

Adicione uma colher de chá da raiz e do rizoma picados em uma xícara de água fervente. Abafe por aproximadamente 5 minutos e coe. O indicado é ingerir uma xícara do chá, de uma a três vezes ao dia.

Efeitos colaterais

O uso da valeriana pode ter alguns efeitos colaterais, tais como tontura, indisposição gastrintestinal, alergias de contato, dor de cabeça e midríase (dilatação da pupila). É necessário ter atenção com o tempo de uso da planta, pois, em períodos prolongados, pode causar dores de cabeça, sono, cansaço, insônia, midríase e desordens cardíacas. Lembre-se de, ao comprar um medicamento, sempre ler a bula e consultar um médico especialista!

Contraindicações

A utilização da valeriana é contraindicada para pessoas que possuam hipersensibilidade (alergia) ao extrato da planta.

Curiosidade

O nome popular “erva-dos-gatos” deve-se ao efeito excitante ou de euforia que a planta causa nesses animais. Por esta razão, é indicado evitar deixar a planta próxima a gatos.