Chá do Santo Daime – Para que serve esse chá?

Por Nayla Georgia em Plantas

O chá do Santo Daime, também conhecido como ayahuasca (na linguagem quéchua, “aya” significa “espírito ou ancestral” e “huasca” significa “vinho ou chá”), é uma bebida tradicionalmente utilizada pelos povos indígenas da Amazônia com fins medicinais e religiosos, desde 2000 a.C. É também conhecido como yajé, caapi e vinho de deus. A bebida foi exportada pelo Brasil para 38 países, onde funcionam unidades dos principais grupos religiosos que utilizam a ayahuasca em seus rituais: o Santo Daime, a União do Vegetal (UDV) e a Barquinha.

Chá do Santo Daime

Foto: Reprodução

O chá é preparado a partir da infusão de plantas, geralmente o caule do jagube ou mariri (Banisteriopsis caapi) e as folhas da chacrona ou rainha (Psychotria viridis). Estas plantas são as responsáveis pelos efeitos psicoativos do chá de ayahuasca.

Propriedades e efeitos do chá        

O chá de Santo Daime contém substâncias que causam um efeito alucinógeno. Segundo especialistas, a composição da ayahuasca é bastante complexa, incluindo quatro substâncias importantes: três delas atuam no sistema de transmissão de serotonina (neurotransmissor que age nas áreas do cérebro ligados às sensações de prazer e bem-estar), e a quarta, denominada N,N-dimetiltriptamina ou DMT, ativa a região do cérebro que induz visões alucinógenas.

De acordo com os resultados de uma pesquisa apresentada no interior do estado de São Paulo, o chá de Santo Daime ativa uma região do cérebro relacionada à memória e outra ligada à visão, mesmo se a pessoa estiver com os olhos fechados. Isso poderia esclarecer, por exemplo, as visões ou imagens espirituais que os praticantes dos rituais relatam.

As controvérsias da erva na literatura

Na literatura, a respeito do tema, ainda há muitas controvérsias: enquanto alguns estudos sugerem que o uso do chá de Santo Daime pode levar ao abuso de álcool e de drogas, outros indicam o inverso: a ayahuasca teria um efeito terapêutico no tratamento de usuários de álcool e outras drogas.

O consumo de ayahuasca e efeitos colaterais

O modo de preparar o chá varia de acordo com a tradição de cada região e da ocasião em que o consumo se dá, mas, no geral, o processo é longo e leva quase um dia para o preparo. Os efeitos do chá relacionam-se aos rituais religiosos onde se dá o seu consumo, baseado na crença da possibilidade de contato com outros planos espirituais.

A ingestão do chá pode produzir efeitos colaterais agudos como vômitos e diarreia, que foram relatados por pessoas que já ingeriram a bebida.