Chá de hissopo – Benefícios e propriedades

Por Gabriely Araujo em Plantas

Não é de hoje que as plantas vêm sendo utilizadas no tratamento de diversas doenças ao redor do mundo, tendo então, além de fins decorativos e perfumantes, finalidades medicinais. Desde o primórdio da humanidade, principalmente as civilizações afastadas com pouco contato com o desenvolvimento, como índios, Maias e Incas, por exemplo, fazem uso das plantas presentes em sua região para curar males que atingem a população local ou mesmo males comuns como dor de cabeça e mal estar.

Contudo, há de se tomar certo cuidado no manuseio de algumas delas, pois podem provocar reações contrárias se utilizadas em maior quantidade do que a indicada e com aplicação indevida, algumas plantas não são indicadas para o uso interno. Este é o caso do hissopo que, como algumas plantas, merece cuidado especial na hora de fazer uso de suas propriedades, pois é ambivalente, ou seja é benéfica e maléfica ao mesmo tempo.

Chá de hissopo - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

O que é o hissopo?

O hissopo (Hyssopus Officinalis), popularmente conhecido como Erva Sagrada, hissopo das Farmácias e Sambaicaitá, é uma planta de tipo arbustivo e de porte pequeno, com a base de tipo lenhosa e caule herbáceo podendo atingir até 60 cm de altura, suas folhas apresentam-se em ramificações finas e pontiagudas que após algum tempo dão origem a flores de tom azulado. Estas flores nascem da axila superior das folhas.

A planta, que costuma crescer em solos de características calcárias, taludes ou mesmo fendas em paredes, é de origem mediterrânea, tendo como habitat a zona da Europa Meridional.  No Brasil o hissopo é raramente encontrado, contudo ele é cultivado em campos em grande escala com função industrial, pois possui uso muito apreciado na indústria farmacêutica. Seu óleo volátil possui aroma parecido ao óleo de cânfora. Na antiguidade a planta era utilizada para tratar males do estômago, como enjoos e vômitos e de pulmão como asma, bronquite e congestionamento peitoral.

Benefícios e propriedades do hissopo

O hissopo possui propriedades antissépticas, antiespasmódicas, carminativas, depurativas, aperitivas, tônicas, estimulante estomacal, cicatrizante e anti-inflamatória.

A parte da planta utilizada são suas folhas, rizomas, cascas e frutos garantindo assim seu aproveitamento quase que total. Ela pode ser utilizada em forma de chá ou loção, com usos e indicações distintas para cada um. Seu chá é bastante indicado em casos de problemas estomacais e pulmonares agindo como expectorante natural melhorando problemas como tosse e asma. Os problemas de inflamação de garganta, gengiva e rouquidão também têm o tratamento auxiliado pelo chá. O hissopo auxilia ainda no tratamento de reumatismo, queimaduras e dores musculares quando usado em forma de loção que é disponibilizada pela indústria farmacêutica.

Atenção!

Seu uso deve ser de forma moderada e não é indicado para mulheres gestantes ou em período de amamentação, pois pode provocar abortos e apresentar efeitos emenagogos.