Chá por maceração – Como fazer?

Por Lia Vieira em Degustação, Outros

Apesar de muita gente preparar os chás por meio de infusão, existem outras formas que podem ser feitas para aproveitamento de seus benefícios. Para alguns chás, inclusive, a forma correta não é a infusão, mas a maceração ou decocção que podem ser preparados de formas distintas (ou seja, com tempos de descanso diferentes para cada erva).

Como fazer o chá por maceração?

A maceração é feita de um jeito muito diferente dos outros modos de preparo. Para fazer um chá por meio desse processo, você deverá colocar em um recipiente com água fria as ervas, e deixar de molho por um período que esteja entre 10 e 24 horas, o que depende de qual é o material usado.

Por exemplo, se forem folhas, você deverá deixar por aproximadamente 10 horas; se forem talos, cascas e raízes, corte em pedaços pequenos e deixe por 24 horas.

Chá por maceração – Como fazer?

Foto: Reprodução

Passado o período de o material ficar de molho, macere-o. Esse processo é muito bom, pois por não haver cozimento, as propriedades terapêuticas da erva são mantidas intactas.

O processo pode ser auxiliado por meio da fricção das folhas, quando for esse o material usado. Quando mais triturada, melhor será o seu aproveitamento.

Quando usar esse processo?

Esse processo, que pode ser feito com álcool, azeite ou água, deve ser feito com plantas que possuem princípios ativos que podem se perder por meio do calor, ou ainda quando são ricas em taninos.

Maceração em água quente

A maceração em água quente é um processo semelhante ao descrito anteriormente, mas feito em água quente. Esse processo deve ser usado para as plantas que não liberam seus componentes ativos quando em baixas temperaturas, mas que também não pode ser fervidas para não perder suas propriedades. Normalmente, as plantas que passam por esse processo são as que possuem compostos voláteis. Para este, ferva a água e adicione, logo depois de desligar o fogo, as ervas. Mexa suavemente e tampe, deixando descansar.

Como consumir?

Tudo vai depender do objetivo do consumo e de qual chá está sendo feito. No entanto, os chás são sempre mais eficazes quando consumidos no período da manhã, ainda em jejum. Ou ainda de noite antes de dormir. Além disso, deve-se sempre seguir orientação médica ou ainda a orientação de cada tipo de planta para quantidades usadas no preparo e quantidades consumidas, assim como contraindicações e precauções no consumo excessivo.