Chás com poderes cicatrizantes

Por Helena Silva em Beleza

Por diversas vezes na vida somos acometidos com feridas e cortes que vem a deixar cicatrizes indesejadas na pele. Hoje em dia existem vários tratamentos estéticos que ajudam a amenizar tais marcas, entretanto, tratamentos dermatológicos pesam no bolso e nem todos tem acesso a tais procedimentos. Viemos então com o intuito de apresenta-lo métodos alternativos que prometem ajudar a cicatrizar tais cortes mais rapidamente, de forma barata, simples e totalmente saudável, prevenindo lesões mais aparentes e profundas, ajudando na autoestima do indivíduo.

Chás com poderes cicatrizantes

Foto: Reprodução

Arruda: poderoso cicatrizante

A arruda não é uma planta que apenas serve para afugentar mau olhado. Vem a ser também um poderoso cicatrizante com benefícios variados, sendo utilizada de maneira interna e externa. De maneira externa, suas folhas secas podem ser amassadas e sobrepostas sobre o local a ser tratado. De forma interna, recomenda-se que seja realizada a seguinte receita:

INFUSÃO (ato de adicionar água fervente num recipiente em que as folhas estejam depositadas): De 2g a 3g de folhas secas por litro de água fervente. Realizar ingestão de duas xícaras ao dia.

Carobinha: árvore brasileira

A carobinha é uma planta originalmente brasileira, nativa de estados como Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Além de ser utilizada em construções civis e carpintaria, também é forte aliada da medicina alternativa. Para funções cicatrizantes, tratando afecções cutânea e feridas, deve-se proceder da seguinte maneira:

Levar um litro de água ao fogo e, quando a mesma levantar fervura, adicionar duas colheres de sopa de folhas da carobinha. Deixar a mistura em repouso até a folha encorpar bem à água. Beber três xícaras ao dia.

Aloe Vera: a popular “babosa”

É utilizado constantemente em tratamentos de pele devido a seu forte poder contra as bactérias e por ser um grande cicatrizante e de atuante como regenerador das células.

Em casos de queimaduras ou lesões dermatológicas, a babosa entra em primeiro lugar quando se trata de tratamento alternativo.

– Abrir duas folhas, de forma a seguir do comprimento,  e retirar toda a polpa que houver. Mistura-se então a polpa a um litro de água e uma colher de mel. Ingerir quantas vezes preferir ao dia.

Guaçatonga: Utilizada pelos indígenas

Planta muito utilizada pela sabedoria indígena, encontrada em grande parte do Brasil (seu cultivo vai da Bahia até o Rio Grande do Sul). Possui grande propriedade cicatrizante.

– Infusão: Acrescentar uma colher de sopa (cerca de dez gramas) de folhas da guaçatonga à 200ml de água fervente. Deixar em estado de repouso. Beber a quantidade de duas xícaras ao dia.