Chás para ajudar no tratamento da bronquite

A bronquite é uma doença que age no sistema respiratório se dando a partir da inflamação dos brônquios, tubos que são responsáveis por levar ar aos pulmões, podendo aparecer de maneira aguda ou crônica. Sua duração pode ser de dias ou até semanas (exceto no caso crônico, que pode durar até dois anos!) e a sua transmissão pode acontecer através de vírus ou bactérias, podendo ser ocasionada até pelo consumo excessivo do cigarro. A bronquite acontece quando os pequenos cílios que revestem os pulmões param de eliminar o muco das vias respiratórias, assim, a secreção permanece nos brônquios, deixando-os inflamados e contraídos, de forma que as vias respiratórias se estreitam e a pessoa tem dificuldade para respirar.

Chás para ajudar no tratamento da bronquite

Foto: Reprodução

Dentre os sintomas mais comuns da bronquite, podemos citar falta de ar, tosse seca ou produtiva (nesta sendo acompanhada por expectoração que inicia-se clara e passa para tons amarelados e após esverdeados) e chiado no peito.

Devido ao fato de ser uma doença viral ou bacteriana, a bronquite tem característica autolimitada (tendo prazo para o término de sua duração). Logo, não há um tratamento específico, tudo que pode ser feito é aliviar os sintomas para que o indivíduo sofra menos enquanto acometido pela enfermidade. Podem ser utilizados antibióticos e também há métodos muito eficazes dentro da medicina alternativa que prometem cessar boa parte dos sintomas da bronquite (antes que realizar qualquer um, sempre busque a ajuda de um médico).

Métodos naturais eficientes contra a bronquite (alguns utilizando chás)

  • CHÁ PARA BRONQUITE: Ferva uma colher de folhas de guaco juntamente com uma colher de folhas de sabugueiro em meio litro de água e deixe ficar morno. Adicione mel para adoçar. Tome duas xícaras ao dia.
  • Chá da planta assa-peixe, tomando 2 a 3 xícaras durante o dia.
  • XAROPE DE GUACO: Deixar cascas de angico em repouso em três copos d’água de um dia para o outro. No dia seguinte, ferva o resultado da água (ainda com as cascas) com folhas de guaco pelo período de vinte minutos. Ao final, adicione açúcar mascavo ou rapadura até a mistura obter consistência de melado. Tomar uma colher quatro vezes ao dia e armazenar o xarope em vidro escuro.
  • ABÓBORA: Descascar 50g de sementes de abóbora e triturar junto a 20g de mel de abelha. Tomar uma colher a cada vez que manifestar tosse.
  • AGRIÃO: Amassar agrião até que o mesmo se torne uma massa. Coe o suco num pano e jogue fora o que restar. Para cada 300 gramas de suco, acrescente 400 gramas de mel de abelhas e meia clara de ovo caipira. Levar ao forno para ferver a mistura. Tomar meia xícara, quando o chá estiver frio, três vezes ao dia.

Contraindicações

Gestantes, hemofílicos e portadores de doenças gastrointestinais devem tomar cuidado no manuseio destes tratamentos.

Antes de realizar qualquer procedimento procure a ajuda de um profissional, ele saberá o melhor método para seu caso.