Chás para emagrecer X erros que prejudicam seus efeitos

Por Natália Petrin em Emagrecimento

É uma grande tendência usar chás para auxiliar nas dietas promovendo o emagrecimento, mas muitas dessas bebidas não têm efeito algum. Na verdade, o que é realmente um problema é que as pessoas pensam que os chás podem fazer milagres, mas nenhuma erva poderá ajudar você sem que você faça a sua parte. Isso porque eles devem ser consumidos paralelamente com uma dieta equilibrada.

O preparo do chá

Além de não serem milagrosos, os chás, quando preparados de forma errada, podem ter seus efeitos reduzidos por perderem algumas de suas propriedades. O chá verde, por exemplo, comumente usado como suporte e auxiliador em dietas, além de ter que ser de boa procedência, não deve ser feito com água fervente, mas sim em torno dos 77°C. Esse é um problema encontrado por aqueles que fazem os chás no micro-ondas: a água aquece mais rapidamente e fica difícil controlar a temperatura, portanto, o chá feito no micro-ondas pode não ter os mesmos benefícios que o chá feito da forma convencional.

Esse chá, entretanto, não é o único sensível às temperaturas mais altas. O chá de gengibre, entre outros, também pode perder suas propriedades. Por isso, sempre pergunte em algum herbanário o modo correto de preparo de cada um dos chás.

Chás para emagrecer x erros que prejudicam seus efeitos

Foto: Loleia/ Free Images

Infusão x decocção

É preciso estar atento, também, ao modo indicado de preparo do chá, a exemplo da infusão e da decocção, bastante confundidas. Na infusão, colocamos a erva em água quente e abafamos, enquanto na decocção, fervemos a erva junto com a água.

Para sementes, cascas ou raízes, devemos fazer a decocção, já para as folhas e flores, de uma forma geral, é feita a infusão.

Chás de sachê

Os chás que vêm no sachê, facilmente encontrados em mercados e farmácias, possuem as propriedades da mesma forma como a erva em si, mas o grande problema é que podem acabar sendo misturadas a outras ervas no processo de embalagem, algo que não é controlado de forma rigorosa. Para que você possa, de forma efetiva, aproveitar os benefícios dos chás, a nossa dica é sempre procurar herbanários que vendam a erva seca. Assim, você poderá usá-la pura para preparar o chá por infusão, tendo a certeza de suas propriedades.

Quantidade de erva

É bastante comum encontrar aqueles que buscam efeitos mais intensos do chá, e, por isso, aumentam a quantidade de erva. Isso, entretanto, pode ser prejudicial. O chá de camomila, por exemplo, um calmante natural bastante indicado e usado popularmente, pode ter seu efeito invertido quando preparado em quantidade excessiva ou consumido de forma excessiva.