Cineraria marítima para a saúde dos olhos

Por Robson Merieverton em Plantas, Saúde

Antes de começar a falar sobre as propriedades medicinais da cinerária marítima é importantes desmistificar sobre o seu habitat natural. Mesmo com o nome induzindo que ela é uma planta aquática, a espécie é uma planta ornamental, muito conhecida pelos jardineiros norte-americanos.

A cinerária marítima pertence à família das Asteraceae. Indícios históricos apontam a região mediterrânea como berço da espécie. Com o passar dos anos, ela foi sendo cultivada em outras localidades, passando a ser encontrada em serras e montanhas de clima temperado.

Ela possui folhas cinzas prateadas, flores amarelas ou brancas, cresce como moita e atinge até 80 cm de altura. Em algumas partes ela pode ser conhecida como moleiro empoeirado.

Propriedades medicinais

Cineraria marítima para a saúde dos olhos

Foto: depositphotos

Apesar de pouco explorada, a cinerária marítima possui muitas propriedades medicinais. Isso se deve aos princípios ativos que podem ser encontrados na planta, entre: antiespasmódico, anti-histérico, anti-inflamatório, cicatrizante, descongestionante e emenagogo.

Por esse motivo, seu uso é indicado para tratar de conjuntivite, inflamação, inchaço das pálpebras, olhos irritados e cansados, restabelecer o fluxo sanguíneo e acalmar dores. Ela também é usada como matéria-prima de um colírio que combate a catarata.

Precauções quanto ao uso da planta

A cinerária marítima contém alta concentração de alcaloides pirrolizidínicos, que são conhecidos pelos efeitos hepatotóxicos. Sendo assim, o uso medicinal na planta deve ser feito sob severa prescrição médica. Já que, a ingestão de alguma bebida preparada com a planta pode causar problemas no fígado.

Como usar a cinerária marítima

O preparo do chá deve ser apenas para uso em compressas, sobre prescrição médica. Para prepará-lo, você deve utilizar uma colher das de sopa de folhas e flores e um copo de água fervente. Coloque a erva em um recipiente e despeje a água quente logo em seguida. Tampe e deixe descansar até esfriar um pouco. A aplicação é recomendada com algodão, sobre as pálpebras em compressas, durante 15 minutos.