Conheça a abeto branco e aprenda a fazer o chá

Por Katharyne Bezerra em Plantas, Saúde

Originada da Europa Central, a planta chamada cientificamente de Abies Alba miller é uma espécie que pertence a família das Pinaceae.

Conhecida como abeto branco, pinheiro do Canadá ou abeto alemão, esta erva é majestosa entre as demais árvores das florestas, tendo em vista que ela pode ir de 20 à 60 metros de altura.

Com a casca do caule lisa e acinzentada, esta planta guarda os seus benefícios nos gomos que podem ser utilizados na produção de chá. Inclusive, esta bebida pode ser usada para tratar doenças que afetam o organismo humano.

conheca-a-abeto-branco-e-aprenda-a-fazer-o-cha

Foto: reprodução/wikimedia

Saiba quais os tratamentos possíveis e como usá-la da melhor forma.

Abeto branco: propriedades e benefícios

  • Analgésico;
  • Antiescorbútico;
  • Antisséptico;
  • Balsâmico;
  • Diurético;
  • Expectorante;
  • Sudorífico.

Através das propriedades apresentadas anteriormente, o abeto banco é capaz de tratar problemas respiratórios, como tosse, gripe, asma e até mesmo bronquite.

Também é indicado no combate à cistite, frieiras, cólicas menstruais, varizes e reumatismo. Além destes benefícios, o consumidor pode esperar resultados positivos no caso de problemas que afetam a saúde dos pés e das unhas.

Como preparar e usar o chá de abeto?

É necessário ter três colheres (de sopa) de gomos de abeto e um litro de água para fazer o chá desta planta. Você pode encontrar a erva em lojas de produtos naturais ou, com mais facilidade, em lojas virtuais.

Após lavar os gomos, você deve colocá-los em uma panela com a água e deixa no fogo até a mistura levantar fervura.

Após o chá entrar em ebulição, desligue o fogo e tampe a panela para que a bebida fique em infusão durante 10 minutos. Em seguida, coe a substância e sem adoçar beba o líquido. O ideal é consumir até três xícaras da bebida por dia. Mas, você também pode utilizar o chá em banhos ou inalações.

Contraindicações

Antes de mais nada, é preciso levar em consideração que este tratamento só deve ser iniciado após a autorização do médico e não pode ser considerado um substitutivo de medicamentos receitados pelo especialista, mas sim um complemento para tratar determinados problemas.

O chá de abeto não é indicado para crianças, grávidas ou mulheres em período de lactação. Além disso, esta bebida não deve ser consumida em excesso, tendo em vista que doses muito altas desta substância podem provocar irritação no sistema nervoso central.

Já as pessoas que estão no processo de emagrecimento, devem evitar o consumo do chá de abeto, tendo em vista que a planta é considerada calórica e gordurosa.