Conheça a receita certa para aliviar doenças pulmonares

Por Michelle Nogueira em Doenças

A cana comum, ou cana-do-reino, é uma espécie de planta invasora, que se apropria muito rapidamente do solo em que for cultivada. De nome científico arundo donax, atinge de quatro a seis metros de altura. É nativa do meio leste da Ásia, Bacia Mediterrânea e muito provavelmente de algumas partes da África do Sul e península Arábica. Foi primeiro introduzida na Califórnia, Estados Unidos, em 1820, a fim de fornecer matéria-prima para construção de telhados e controle da erosão. A planta se adaptou muito bem ao clima costeiro e quente americano, ampliando sua proliferação e se tornando invasora. Foi inserida também na América do Sul e na Australásia.

Tem sido cultivada por diversas culturas há milênios. Os antigos egípcios costumavam usar as folhas dessa planta para envolver seus mortos. O caule (cana) possui muita resistência e flexibilidade, o que o torna viável para a fabricação de palhetas para instrumentos de sopro, como o clarinete, o saxofone, a flauta e o oboé. Devido seu rápido crescimento, é também utilizada para fabricação de celulose e biomassa, além de varas de pescar e bengalas. Em Portugal, é ainda utilizada na fabricação de foguetes e como suporte para algumas plantas na agricultura.

Usos terapêuticos

A cana comum é altamente indicada para tratamento de doenças pulmonares, como bronquites e afecções catarrais, além de ser muito boa contra a febre do feno, que trata tal doença antes que ela se transforme em algo mais grave, como sinusites e asma. Como possui bufotenina, permite tratar as inflamações respiratórias e serve para acalmar as dores que elas produzem. É ainda eficaz contra cólicas renais, aftas, chagas, digestão difícil, icterícia, feridas e auxilia a tonificar os músculos cardíacos.

Conheça a receita certa para aliviar doenças pulmonares

Foto: Reprodução/ internet

Propriedades medicinais

A raiz dessa planta possui leve ação diurética, depurativa e lactifugo, além de agir como sudorífica e ainda é reconstituinte energética.

Chá de cana comum

Coloque 40 gramas da raiz dessa planta cortada em fatias em um litro de água fervente. Deixe esfriar e adoce. Beba em média quatro xícaras por dia. Se consumido quente e adoçado com mel, é ótimo contra gripes e resfriados.

Contraindicações e efeitos colaterais

É contraindicada para grávidas e lactantes. Essa planta deve ser consumida com muita moderação, pois alguns de seus ativos podem causar alucinações se ingeridos em excesso. Por isso, é sempre bom procurar um médico ou especialista antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, para que se conheça a dose recomendada. Nunca substitua o tratamento convencional, pois essa planta serve como um complemento.