Cure infecção urinária e problemas de pele com capuchinha

Por Natália Petrin em Beleza, Doenças, Plantas

Também conhecida pelos nomes de chagas, mastruço, agrião do México, agrião grande do peru, agrião maior da índia, capuchinha de flores grandes, capuchinha grande, capucina, cinco chagas, flor de sangue, capuchinho e muitos outros nomes, a capuchinha é uma planta medicinal que pode ser facilmente encontrada em lojas de produtos naturais, além de algumas farmácias de manipulação.

De nome científico tropaeolum majus l., a planta é rasteira e possui caule mole, retorcido e suculento, além das folhas arrendondadas que possuem coloração verde-claro. Suas flores são isoladas ao longo do pendúnculo com tonalidades desde o branco até o vermelho mais escuro, passando por laranja, salmão e amarelo, por exemplo.

Seu fruto, comestível, apresenta coloração esverdeada e é formado por três aquênios pequenos. Tem sabor fresco e picante que lembra um pouco o agrião, e suas folhas também podem ser consumidas na forma de salada.

Cure infecção urinária e problemas de pele com capuchinha

Foto: Reprodução/ internet

É originária do Peru e do México, mas atualmente está disseminada pelo mundo, se dando bem em locais com clima ameno, mas tolerando outros, desde que adubada com matéria orgânica e irrigada.

Benefícios e propriedades

A planta é indicada para o tratamento de infecção urinária, acne, alergias na pele, cicatrização de feridas, depressão, retenção de líquidos, problemas digestivos, insônia, pele envelhecida, fortalecimento do couro cabeludo, falta de apetite, escorbuto e eczema. Pode ser usada ainda no tratamento de tosse, bronquite, problemas respiratórios, gripe, resfriados, problemas bucais e cuidados dos cabelos – caspa –.

Seus benefícios são provenientes de suas propriedades, que envolvem a ação como antibiótico, expectorante, desinfetante, digestiva, antisséptica, depurativa, digestiva, estimulante, sedativa, purgativa e diurética.

Como consumir?

As partes que podem ser usadas para consumo são flores e folhas para o preparo de chás, infusões, sucos e saladas. A fruta também pode ser consumida. O consumo das folhas e flores cruas na forma de saladas ajuda a combater a gripe no início, além de favorecer a digestão e abrir o apetite.

Como preparar o chá

Para preparar o chá, você vai precisar de:

– Quatro colheres de capuchinha picada ou duas sementes

– Um litro de água

Para preparar, coloque a água em um recipiente e leve ao fogo para ferver. Quando alcançar fervura, desligue o fogo e adicione a erva. Tampe e deixe a mistura descansar e amornar por aproximadamente 10 minutos. Coe e consuma em seguida. Recomenda-se a ingestão entre três e quatro xícaras por dia. Caso o uso seja externo, a água deve ser reduzida pela metade.