Dê um up na sua saúde com o versátil chá de Ásaro

Por Katharyne Bezerra em Cultura, Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

Muito conhecida na Europa, a planta ásaro pertence à família das Aristolochiaceae e tem como nome científico Asarum europaeum. A erva possui flores roxas e é uma espécie rasteira, alcançando apenas 15 cm, no máximo.

Por suas características visuais é utilizada como ornamentação, já quando as propriedades medicinais são levadas em consideração, esta erva é indicada para tratar diversos problemas de saúde.

Propriedades e benefícios da planta

Dê um up na sua saúde com o versátil chá de Ásaro

Foto: depositphotos

  • Catártica;
  • Diurético;
  • Excitante;
  • Expectorante;
  • Purgativa.

Indicada no tratamento de problemas gastrointestinal, a planta elimina, por exemplo, o vômito. Também pode ser utilizada em casos de afecções do cérebro, paralisia da boca e língua, dor de cabeça persistente e febre intermitente.

Além disso, trata distúrbios nos olhos, face e garganta. Aliás, é um excelente remédio caseiro para curar a bronquite, coqueluche, dermatoses, dor de dente e tosse.

Preparar o chá de ásaro

O chá desta planta pode ser feito através de suas folhas secas ou das raízes. No primeiro caso, é importante atentar para nunca ferver as folhas, mas sim colocá-las em infusão na água fervente.

Por isso, pegue um punhado deste ingrediente e coloque no líquido quente. Tampe o recipiente e deixe por até 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber. A dica é ingerir duas xícaras por dia.

Quando o ingrediente principal é a raiz, a forma de preparo também é através de infusão. Para isso, é necessário 2 gramas das raízes e uma xícara de água quente.

Após 10 minutos em repousou, o líquido pode ser coado e ingerido em seguida. Atenção para o toque, não é preciso e nem recomendado adicionar açúcar, adoçante ou mel nestas bebidas.

Contraindicações e recomendações

Produtos naturais também têm contraindicações, pois nem todo organismo está preparado para receber certas substâncias.

Por exemplo, no caso do chá de ásaro, a bebida não deve ser consumida por grávidas, lactantes e crianças menores de 12 anos. Além disso, o uso deve ser feito com o acompanhamento médico, pois só o profissional de saúde está habilitado para indicar o melhor tratamento.

Caso o paciente faça uso deste remédio natural sem a supervisão do médico, o organismo pode responder de forma negativa ao medicamento. Portanto, são possíveis reações: irritação nasal e secreções nesta região.