Debilidade muscular? Tome chá da folha de cajueiro

Por Robson Merieverton em Degustação, Doenças, Frutas, Plantas, Saúde

Conhecida devido à grande apreciação do seu fruto, o caju, a folha do cajueiro possui algumas propriedades medicinais. A árvore pertence à família das Anacardiaceae, podendo alcançar até 10 metros de altura. Dela pode ser utilizada a casca do caule, raiz; folhas, frutos, sementes, óleo e o fruto.

Características físicas do cajueiro

O cajueiro é uma árvore originária do norte e nordeste do Brasil. A árvore possui ramos que crescem com abundância a partir da base. Eles são longos e, quando novos, podem ser identificados pela coloração arroxeada.

As flores são pequenas, verdes, esbranquiçadas ou vermelhas. Já os frutos, também conhecido por castanha, se prende à extremidade da flor. O pseudofruto desenvolve-se a partir do pedúnculo floral. Ele tem a casca fina, cor vermelha ou amarela, de acordo com a espécie, carnoso e suculento.

debilidade-muscular-tome-cha-da-folha-de-cajueiro

Foto: Pixabay

Para se desenvolver forte e saudável, o cajueiro prefere climas com temperatura acima de 22 graus centígrados. Ele precisa ser muito bem regado, porém, para que dê frutos suculentos e saudáveis, precisa de um período de seca.

Uso medicinal

O cajueiro é rico em propriedades medicinais. Isso pode ser percebido a partir dos efeitos adstringente, antidiabético, anti-hemorrágico, anti-inflamatório, antirreumático, antitérmico, ulcerogênica, cáustico, diurético, laxante, purgante, tônico e vermífugo.

Toda parte da planta pode ser utilizada. A castanha possui um óleo de resina cáustica, conhecido como LCC . Ele pode ser usado para tratar irritação na pele, verrugas, calos, edemas, manchas na pele e tecidos de neoformação. Porém, usada na forma fresca pode causar lesões na pele, pois é terrivelmente cáustico.

Quando as castanhas são torradas, podem ser usadas em regimes e para fortificar a memória. Já o uso da casca do cajueiro ativa o metabolismo dos açúcares, principalmente das pessoas que têm o açúcar aumentado no sangue e na urina.

O broto de caju é utilizado para combater dores no estômago e problemas digestivos e deve ser fervido com broto de goiaba. O sumo das folhas novas é utilizado para combater aftas. Sua raiz é purgativa. Os índios Ticuna da Amazônia usam o suco de seu pseudo fruto como preventivo contra gripes.

Chá de cajueiro

Depois de conhecer muitas das utilizações do cajueiro e todas as suas partes, chegou a hora de saber para que serve e como pode ser utilizado o chá de cajueiro.

A bebida é indicada para curar fraqueza orgânica, debilidade muscular, glicose na urina, afecções catarrais, tosses, bronquites, escorbuto, cólicas intestinais, doenças da pele sifilíticas ou não, psoríase, dispepsias, icterícia, adstringente, anti-inflamatória, antidiabético, anti-hemorrágico.

Como preparar?

Para preparar o chá, basta separar 500 ml de água e alguns pedaços de casca de cajueiro ou das folhas. Coloque a água para ferver. Quando atingir o ponto de ebulição, coloque a casca e folhas e deixe ferver por cinco minutos. Passado esse tempo, desligue o fogo e deixe descansar por 10 minutos em recipiente tampado.

Antes de beber, use uma peneira para separar a casca e folhas do líquido. A ingestão recomendada e de até três xícaras por dia.