Descubra o chá que pode detonar de vez com a rinite

Por Nayla Georgia em Saúde

A rinite é uma condição muito incômoda, apresentando a insistente coriza, os espirros indesejados, obstrução nasal e aquela coceira sem fim no nariz. Ela acontece como uma reação imunológica às partículas estranhas que são inaladas, entre elas estão o pólen e a poeira, sendo essa segunda a principal responsável pelas crises de rinite alérgica. No tratamento dos sintomas, uma boa opção para acabar com a rinite é o chá de alcaçuz.

Chá de alcaçuz para o tratamento da rinite

Quando a rinite é causada por alergias, o chá de alcaçuz se mostra bastante eficaz no seu tratamento, pois é anti-inflamatória e, consequentemente, melhora a inflamação da mucosa nasal. Além da rinite, o chá dessa planta também serve no tratamento de outras alergias, bronquite, asma, diabetes, úlceras pépticas, hepatite, etc. por ter propriedades expectorantes, antiulcerosas, antialérgicas e antitussígenas. A bebida atua melhorando o funcionamento dos órgãos do nosso corpo, em especial o fígado, o baço, os rins e as glândulas suprarrenais.

Alcaçuz

Imagem de mulher com nariz escorrendo

Foto: Depositphotos

Com origem da Europa Meridional e do Oriente, o alcaçuz já era usado como medicamento pelos povos antigos que viviam no Egito. Seu uso era bastante recorrente, afinal a planta é cheia de propriedades medicinais apresentando, além dos supracitados, efeitos positivos como antianêmico, antiespasmódico, laxante, hepatotóxicos e ainda é capaz de reduzir os triglicérides e níveis de colesterol do organismo.

Mas atenção…

O chá de alcaçuz não deve ser consumido indiscriminadamente, pois pode reagir com algumas condições preexistentes do paciente. Grávidas, lactantes e indivíduos com anemias não devem tomar o chá sem prescrição médica. Já pessoas que sofrem com hipertensão, arritmias, glaucoma e edemas devem evitar ao máximo o uso dessa planta.

Receita do chá de alcaçuz

Para fazer um chá poderoso do alcaçuz, ferva 1 litro e meio de água e, logo após, retire do fogo adicionando duas colheres de sopa da erva. Abafe, deixando a mistura em infusão por aproximadamente 10 minutos. Depois é só coar e beber o chá de duas a três vezes ao dia.

Alternativa: Outro meio de fazer o chá é usando as raízes em pó da planta. Misture 2 colheres de sopa em meio litro de água, ferva por 10 minutos e desligue para que fique em infusão por mais 10 minutos. Depois disso, basta coar bem e consumir uma xícara pela manhã em jejum e outra depois das principais refeições.