Estresse? Cansaço? Livre-se já tomando o chá da ashwagandha

Por Robson Merieverton em Cultura, Degustação, Doenças, Plantas, Saúde

Usada a milhares de anos pela medicina ayurvédica, a ashwagandha, ou cereja de inverno, como é mais popularmente conhecida no Brasil, possui grandes propriedades medicinais. Um dos principais deles é aumentar os níveis de energia do corpo, por isso é também conhecida como ginseng indiano.

Benefícios da ashwagandha

A ashwagandha também é conhecida como remédio fitoterápico, utilizado no tratamento da impotência sexual, estresse e cansaço, provocado por esforço físico e mental, estimular o sistema imune, estabilizar os níveis de açúcar no sangue, reduzir o colesterol e tratar a insônia.

cha-de-ashwagandha-propriedades-e-beneficios

Foto: reprodução/ YouTube/Realty Merchant

A planta, que tem sua origem na África, na região do mediterrâneo, e na Índia pode ser usada no tratamento do câncer. De acordo com estudos, a planta possui propriedades que tornam as células cancerígenas mais sensíveis à radioterapia ou quimioterapia. Isso faz com que o processo de cura seja acelerado.

Princípios ativos

As raízes e as folhas são as partes da plantas mais utilizadas terapeuticamente. Elas concentram os princípios ativos que são compostos de alcaloides e esteroides lactonas em uma classe chamados de withanolides.

Chá de ashwagandha

Para preparar o chá da ashwagandha, você vai precisar de 200 ml de água e um pequena porção de raiz ou folhas da planta. Esquente a água até ela ferver, depois coloque as partes da planta em uma xícara e despeje a água sobre elas. Deixe em infusão por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, coe e pode ingerir.

Contraindicações

O consumo da ashwagandha não é recomendado para mulheres grávidas ou em amamentação, pacientes com doenças autoimunes como artrite reumatoide ou lúpus, ou em indivíduos com úlceras no estômago. A planta possui efeito sedativo, por isso pode desencadear complicações nessas pessoas.

A planta pode diminuir também a pressão arterial. O consumo irregular pode causar queda da pressão em pessoas com histórico de pressão baixa.

Também é importante lembrar que o seu consumo não deve ser associado a bebida alcoólica, pois pode trazer danos ao organismo. Para consumir a planta de forma segura, a indicação é que o médico seja consultado.