O chá de camomila inglesa trata alergias

Por Robson Merieverton em Plantas, Saúde

Pertencente à família das Asteraceae a camomila inglesa é uma planta usada para tratar muitos problemas de saúde. Sua utilização na medicina natural parte das flores, que são ingredientes em infusões e decocções. Somado a isso ainda tem o óleo essencial, também extraído das flores.

Suas características físicas são bastantes semelhantes a camomila que todos conhecem. Porém, o princípios curativos podem se diferenciar em alguns pontos. Mesmo se tratando de um ingrediente natural, é importante que, antes de consumi-lo recorra a orientação médica.

Propriedades medicinais

A camomila inglesa é uma planta que possui poder de curar algumas doenças baseado em alguns princípios ativos.

o-cha-de-camomila-inglesa-trata-alergias

Foto: Pixabay

Entre os mais importantes estão: o ácido angélico, ácido isobutírico, flavonoides, lactona sesquiterpênica, pró-camazuleno e tanino. Quanto ao óleo essencial, sua composição é de isoamila, isobutila, nobilina e pinocarveol.

Baseado em todas essas substâncias, a erva possui propriedades antialérgicas, antiespasmódicas, anti-inflamatórias, emenagogas, estomáquicas, sedativas e tônicas.

Sendo assim, não fica difícil de entender o motivo pelo qual a camomila inglesa é indicada para combater várias doenças. Na lista estão: afecção nervosa, histeria, problema menstrual, febre intermitente, flatulência e problemas relacionados a má digestão.

A erva também pode ser usada no tratamento de peles e olhos avermelhados, inflamação na pele em geral, sardas, manchas senil nas mãos, joelhos e cotovelos ásperos e alergia na pele. Na estética a planta também pode ser usada para clarear cabelos castanhos e claros.

Chá de camomila inglesa

Para preparar o chá de camomila inglesa basta separar 200 ml de água e 10 gramas de flores secas da planta. Ferva a água, depois adicione as flores e desligue o fogo. Deixe descansar por 10 minutos, coe e é só ingerir. Preste atenção em relação a quantidade diária recomendada, que são de três xícaras.

Contraindicações

O chá de camomila inglesa não é recomendado para pessoa em tratamento radioterápico, pois impede que a radiação destrua as células sadias e as malignas. Dependendo do tipo de reações alérgicas que uma pessoa pode apresentar, a erva intensifica-os.