O chá pelo mundo

Por André Luiz Melo em Cultura

Considerada a segunda bebida mais popular do mundo (a primeira é a água), o chá existe desde os tempos ancestrais, inicialmente disseminado em território chinês. Atualmente, a Grã-Bretanha é o maior importador de chá do Planeta e também responsável pela maior consumação desse líquido.

Entre os relatos históricos mais populares, está o de que o começo dessa bebida aromática se deu durante o império de Sheng Nong, na China, imperador esse popularmente conhecido como Curandeiro Divino. Conta-se que com o intuito de conter o avanço de surtos epidêmicos, à época, Nong ordenou uma lei que obrigava a população a ferver água antes de tomá-la.

O início de tudo…

Relata-se ainda que, em um determinado dia, o monarca teria deixado em repouso uma xícara com água fervente próximo a uma árvore. Tempos depois, folhas teriam caído no líquido o deixando com uma tonalidade de cor castanha e com um sabor agradável. Assim teria tido início a disseminação do cultivo e consumo do chá pelo mundo.

Tal relato histórico tem relação com o chá preparado por monges budistas com folhas de Caméllia sinensis, originária do Himalaia, durante a Dinastia Tang (618-906). Ainda durante essa época, no século VIII, o monge chinês Lu Yu escreveu a primeira importante obra que abordava sobre o cultivo de chá, denominada de “Ch’a Ching”. A partir desse período, a China já exercia forte influência na disseminação do chá pelo mundo.

O chá pelo mundo

Foto: Reprodução

O avanço pelo Planeta

No século IX, monges japoneses já espalhavam sementes de ervas pelo país, ampliando ainda mais a cultura do chá que, posteriormente, tornaria o Japão, ao lado da China, uma nação pioneira quanto ao consumo dessa bebida.

Já na Europa, a chegada do chá se deu de forma gradual, inicialmente por meio da Rússia e Ásia Central. Anos mais tarde, a partir do fim do século XV, os navios portugueses, ao desembarcarem em Lisboa, encaminhavam o chá para Holanda e França. Nesse período houve uma disseminação, de fato, por todo o continente europeu.

Foi então a partir do século XIX que a cultura do chá desembarcou, de fato, em território inglês e se transformou em tradição na Inglaterra. Assim, de forma acelerada a bebida chegou até a Austrália e as Américas, por onde se expandiu por países como Canadá e Estados Unidos.